Motivação de equipe: como fazer no setor de TI
Gestão de Empresas

Motivação de equipe: como fazer no setor de TI

Escrito por Leucotron

Todas as equipes, independente de qual setor integrem, precisam de ótimos estímulos para desenvolver um melhor trabalho e acompanhar o ritmo da empresa.

O gestor de TI precisa trabalhar estratégias de motivação para seus colaboradores. Essa é uma das funções do bom líder — insuflar novo ânimo na equipe quando percebe que a produtividade está caindo. Ele também precisa atuar de forma preventiva, ou seja, não deve esperar que a equipe apresente sinais de desmotivação: deve buscar mantê-la sempre estimulada a realizar suas tarefas.

Veja a seguir algumas dicas para fazer a motivação de equipe no setor de TI:

Dê feedbacks: uma atitude simples que oferece ótimos resultados

Uma das formas mais eficientes de motivar sua equipe é dando feedbacks.

Os feedbacks são uma maneira bastante simples de manter o canal de comunicação aberto e a continuidade no ritmo de trabalho.

Os colaboradores gostam de receber feedbacks passando orientações sobre suas atividades, dando elogios, retificando erros. É possível conciliar o desenvolvimento das atividades com a comunicação pessoal com seu líder.

Uma das grandes vantagens dos feedbacks é que eles contribuem para dinamizar e flexibilizar o trabalho.

Conceda mais autonomia: deixe de microgerenciar seus colaboradores

Permita que seus colaboradores trabalhem mais à vontade. Aprenda a confiar mais na capacidade deles. Se não se mostrarem dignos de confiança, então é hora de tomar uma atitude mais definida, como o diálogo, a advertência, a realocação para outra função dentro do setor de TI ou mesmo dentro da empresa e, em casos mais extremos, a demissão.

Na verdade, o colaborador pode se sentir constrangido, intimidado, mais incomodado ou até aborrecido com o líder que “não larga do seu pé”, que está a todo o momento fiscalizando o serviço, conferindo se está tudo certo ou, o que é ainda pior, colocando defeitos em tudo que vê.

Defina metas claras para seus colaboradores e deixe que eles as atinjam conforme suas próprias habilidades e limitações. Conceder mais autonomia é uma forma de realizar a motivação de equipe e, ao mesmo tempo, testar seu potencial.

Encoraje a colaboração entre os membros da equipe

Um ambiente cheio de intrigas ou de pessoas que procuram trabalhar sozinhas não é nada saudável. Como líder, você deverá deixar claro que o setor de TI precisa de todos, que o trabalho conjunto é importante para alcançar o objetivo final.

Os membros da equipe precisam desenvolver suas atividades em harmonia uns com os outros. Quando todos trabalham de forma cooperativa, a produtividade aumenta. Certamente, se cria um ambiente saudável, leve e de bem-estar.

O líder deve dar o exemplo, mostrando-se aberto para opiniões e ideias dos colaboradores, os estimulando a participar e a interagir mais. Sempre que possível, implemente as soluções e as sugestões de seus colaboradores.

Evite reuniões desnecessárias: desgastam muito e rendem pouco

Seja dinâmico para aumentar a produtividade e contribuir para a motivação de equipe. As reuniões costumam consumir um tempo muito grande de trabalho e acabam desestimulando os colaboradores.

Existem reuniões que são realmente dispensáveis, servindo somente para tirar o colaborador de sua função e para comprometer o ritmo de trabalho. Só faça reuniões quando forem realmente necessárias e somente com as pessoas que precisam participar. Quanto mais sucinto e rápido você for durante as reuniões, será melhor para todos.

Isso não quer dizer que você deva fazer reuniões-relâmpago, em que não são abordados os assuntos pertinentes, nem o colaborador tem tempo para participar — assim, só vai contribuir para exercer mais pressão sobre ele.

Você deve fazer reuniões em horários apropriados, com as pessoas necessárias e planejar antes o que deve ser falado. Limite seu tempo de exposição e dê oportunidade para os outros falarem. Estabeleça um horário de início e um de encerramento e procure segui-los.

Não castigue o fracasso: seja mais tolerante e compreensivo

A antiga metodologia de ensino defendia que o aluno devia ser castigado com rigor todas as vezes que errava, pois assim ele pensaria duas vezes antes de errar novamente.

Essa metodologia, todavia, foi contestada por muitos educadores. Será que, de fato, adiantava punir o aluno com uma palmatória, colocá-lo de pé durante a aula com o rosto voltado para a parede, “enfeitá-lo” com duas orelhas de burro feitas de papelão?

O erro dessa metodologia é que ela não diferenciava os que erravam de má-fé daqueles que erravam por ignorância.

Analogicamente, isso acontece dentro de qualquer setor. Muitos de seus colaboradores podem errar quando, na verdade, estavam tentando fazer o que era certo. Puni-los será considerada uma atitude arbitrária e incompreensiva. Você estará trabalhando no sentido contrário ao seu objetivo, que é a motivação de equipe.

Mesmo os que erram por serem mais relaxados merecem uma segunda chance. E uma boa conversa pode modificar hábitos nocivos, pode aperfeiçoar o comportamento.

Todas as pessoas estão sujeitas a errar e, na maioria das vezes, elas primeiro erram para, só depois, conseguirem acertar.

Evite punir seus colaboradores, chamar a atenção deles diante dos outros, gritar com eles. Se realmente o colaborador for indisciplinado e não aceitar regras, poderá afastá-lo do trabalho. Mas faça isso em particular, sem constrangimentos e sem criar situações de conflito.

Defina metas claras e realizáveis

Exigir o impossível é desgastar sua equipe. Exigir o impossível ou coisas difíceis demais. É claro que os desafios podem ser estimulantes — no entanto, eles precisam ser realizáveis.

Além disso, a equipe precisa saber precisamente o que o líder deseja, pois somente assim poderá trabalhar para alcançar os objetivos propostos. O líder indeciso ou que se contradiz apenas para manter uma imagem de autoridade acaba perdendo a credibilidade.

Existem dois aspectos que devem ser evitados na verdadeira liderança:

  • tirania e arrogância;

  • exigir dos colaboradores metas que não são possíveis de realizar.

Pois nem todos os colaboradores conseguem lidar com isso e o resultado poderá ser o desânimo e, gradualmente, até o abandono do trabalho.

E você? Já usou algumas dessas dicas para a motivação de equipe no setor de TI? Aproveite e conheça as melhores práticas para retenção de talentos no setor de TI agora mesmo.

Sobre o autor

Leucotron

Deixar comentário.

Share This