Recrutamento e contratação: veja as melhores práticas na área de TI
Tecnologia da Informação

Recrutamento e contratação: veja as melhores práticas na área de TI

Escrito por Leucotron

O mercado de Tecnologia da Informação é um dos que mais evolui no mundo. E, com isso, o processo de recrutamento e contratação de profissionais neste setor precisa ser conduzido com muita atenção e cuidado. Pois existem muitas pessoas no mercado, à procura de oportunidades.

Cada vaga exige um tipo de qualificação necessária e as organizações precisam garantir que podem contar com profissionais gabaritados, que tenham capacidade de cumprir suas metas e que se identifiquem com a cultura organizacional.

Por mais que a área de Recursos Humanos dê suporte, é o gestor de TI quem deve conduzir o processo, identificando os melhores talentos para a área. Veja, abaixo, o que você deve avaliar para contratar um excelente profissional de tecnologia da informação:

Experiências anteriores no segmento de mercado

Avaliar a experiência do candidato é praxe em qualquer processo de recrutamento e contratação. Essa avaliação é muito importante para que você verifique se o profissional tem as qualificações necessárias para lidar com os softwares e sistemas que fazem com que a organização funcione.

Mas, além disso, é muito importante verificar se o candidato possui alguma experiência no segmento de mercado no qual atua a empresa. O ambiente e as necessidades de uma montadora de veículos são muito diferentes das de um banco, por exemplo.

Claro que existem profissionais que, embora nunca tenham trabalhado no segmento, possuem talento e potencial que poderão ser explorado pela empresa. Mas a experiência em um determinado ramo de mercado dá ao profissional uma melhor noção dos negócios e da necessidade de ser ágil nos atendimentos.

Tudo isso faz da Tecnologia da Informação uma área mais focada e preparada para cumprir os desafios organizacionais.

Reciclagem e atualização de conhecimentos

Todas as áreas precisam de profissionais atualizados em relação às melhores práticas. Mas, no caso da TI, esse tipo de avaliação deve ser muito bem-feito no processo de recrutamento e contratação.

E o motivo é simples: a tecnologia da informação passa por atualizações constantes. Todos os dias, surgem novos aplicativos, sistemas e funcionalidades com os quais os funcionários devem lidar.

No momento de fazer o processo seletivo, inclua uma etapa na qual possa avaliar a capacidade do candidato em lidar com sistemas de última geração.

Habilidade interpessoal

Muitas vezes, os profissionais de TI precisam realizar atendimentos de suporte aos outros setores da organização. Por isso, ao selecionar um funcionário para a área, verifique como ele se comporta em situações dessa natureza.

Algumas empresas têm, até mesmo, um sistema de avaliação de atendimento para classificar a solução de demandas por parte da TI. Por isso, você precisa cuidar para que o seu setor tenha sempre uma boa avaliação.

Se a habilidade interpessoal é uma competência importante para a atividade a ser realizada, avalie essa característica antes de decidir pela contratação.

Capacidade de trabalhar em equipe

Cada vez mais, o trabalho em equipe vem sendo valorizado nas organizações. A área de tecnologia da informação cuida de uma série de projetos importantes para a empresa, conduzidos por times formados especialmente para esta atividade.

Existem empresas que já adotaram uma estrutura organizacional projetizada. Isso significa que as equipes são formadas especialmente para trabalhar em determinados projetos, e são desfeitas assim que o trabalho termina.

Por isso mesmo, é fundamental que os profissionais de TI tenham uma boa capacidade de trabalhar em equipe. Se você estiver realizando um processo seletivo que conte com muitos candidatos, procure realizar uma dinâmica de grupo que faça com que eles precisem trabalhar uns com os outros para chegar ao resultado final.

Aderência ao perfil organizacional

Já falamos sobre a importância da experiência com softwares e sistemas e, também, da vivência em um segmento de mercado específico. Mas, além disso, é muito importante verificar se o funcionário se identifica com os objetivos estratégicos e com a cultura organizacional da empresa.

A cultura organizacional é a forma como a empresa trabalha, como trata seus colaboradores e como atua no seu mercado. Cada empresa possui a sua cultura, e ela está muito ligada à mentalidade dos dirigentes e à sua visão de futuro.

Nem sempre, os candidatos demonstram capacidade de se adaptar a essa cultura e isso pode ser um problema. Se a sua empresa tem, como marca, a agressividade no mercado, dificilmente um funcionário mais tradicionalista conseguirá se adaptar, por exemplo.

Durante o processo seletivo, faça uma apresentação da marca e procure verificar como cada um percebe a organização.

Flexibilidade para encarar mudanças

O mercado está cada vez mais ágil e volátil. Todos os dias, as empresas precisam mudar suas estratégias, projetos são cancelados e outros iniciados, equipes mudam, novos integrantes chegam e novos sistemas precisam ser desenvolvidos.

Esse dinamismo faz com que o mercado não comporte mais profissionais que sejam resistentes a mudanças. Uma pessoa que não sabe se adaptar a essa nova realidade pode até contaminar o ambiente, gerando problemas futuros para você.

Procure verificar, no histórico do candidato, como foi a evolução da sua carreira e tente perceber de que forma ele encara as constantes mudanças do mercado, principalmente na área de tecnologia da informação.

Posicionamento nas redes sociais

Pode parecer invasivo, mas acredite: avaliar as redes sociais dos candidatos tem sido uma prática comum em processos seletivos. E não há nada de errado! Redes sociais são espaços abertos, sujeitos a observação de qualquer pessoa que deseja saber mais sobre alguém que está concorrendo a uma vaga de trabalho.

Dependendo da cultura organizacional da sua empresa e das necessidades do posto de trabalho em questão, é possível verificar se o comportamento pessoal do candidato poderá trazer problemas futuros para a organização.

Como você viu, o processo de recrutamento e contratação de candidatos para TI precisa ser feito com muito zelo e cuidado. Embora a área seja, muitas vezes, de suporte ao negócio, os profissionais precisam estar em consonância com os objetivos estratégicos e com a cultura organizacional. Se você gostou deste texto, compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais!

Sobre o autor

Leucotron

Deixar comentário.

Share This