tendências pós-pandemia

Fique por dentro das tendências pós-pandemia para o setor de tecnologia

Quais as tendências pós-pandemia? Desde que o primeiro caso de COVID-19 foi confirmado no Estado de São Paulo, empresas de tecnologia de diversas partes do país precisaram se adaptar para atender aos decretos municipais e estaduais estabelecidos pelo governo.

Além disso, houve alguns impactos e desafios no mercado de tecnologia, como a busca contínua por inovação para guiar os novos rumos de negócio, além de oferecer um atendimento de qualidade ainda maior para reter os clientes.

Nesse contexto, uma dúvida constante entre as equipes está relacionada às tendências pós-pandemia. Neste material, a gente apresenta algumas delas. Continue a leitura e saiba mais!

Autoatendimento digital

Antes, o autoatendimento era voltado especificamente para o setor de utilidades e/ou para o segmento alimentício. Porém, com a eclosão da pandemia, empresas dos mais variados setores enxergaram a necessidade de implementar essa solução, de modo que houvesse o mínimo de contato possível entre profissionais e clientes.

Trabalho remoto

Entre os principais decretos de governos municipais e estaduais, certamente o trabalho remoto foi o mais sentido. Por essa razão, houve a necessidade de adaptar processos, políticas e ferramentas que pudessem trazer maior conforto e qualidade de vida aos colaboradores, bem como oferecer suporte para que as atividades fossem executadas sem dificuldades.

No pós-pandemia, para 96,7% das pessoas, continuar operando de suas próprias casas será um diferencial ao optar por uma nova empresa. Além disso, de acordo com um mesmo estudo divulgado pelo G1 e realizado pela Workana, 94,2% das pessoas com carteira assinada desejam continuar nessa modalidade de trabalho.

Por essa razão, empresas de tecnologia contam com duas alternativas, caso deseja oferecer esse diferencial: a primeira, operar de forma completamente remota. A segunda é optar pelo modelo de trabalho híbrido, ou seja, parte das pessoas em escritório, parte em home office.

Identidade digital

Reunir toda a documentação de uma pessoa em um único item é um dos desejos de grande parte da população. A identidade digital surge justamente para suprir essa necessidade. Além de a pessoa ter a identificação de forma digital, outros documentos analógicos também podem ser afixados nesse item.

Como a preocupação com a segurança é cada vez maior, essa tendência indica um importante papel da tecnologia para desenvolver produtos que tragam uma experiência positiva ao cliente de forma criptografada, eliminando riscos de fraudes e demais situações que tragam dor de cabeça aos clientes.

Compras sem dinheiro físico

Essa tendência foi acelerada pela pandemia, uma vez que compras com cartão são feitas há alguns anos entre os consumidores. Porém, devido aos riscos de fazer o dinheiro circular, essa prática foi se tornando cada vez mais comum entre as pessoas.

Agora, com o lançamento do PIX por parte do governo central, até mesmo quem não conta com cartão tem a oportunidade de realizar as suas transações por meio de um aplicativo, trazendo mais facilidades aos clientes.

O aprendizado que isso traz para o setor de tecnologia é justamente buscar por opções que se adaptem ao período e contribuam para uma maior satisfação do cliente, além de se preocupar continuamente com a segurança de dados e informações.

Neste material, você pôde conhecer algumas tendências pós-pandemia para o setor de tecnologia. Para que elas sejam implementadas em seu negócio, o ideal é contar com um bom planejamento, além de conferir quais das opções melhor se encaixam à realidade de seu negócio.

Se deseja conferir também algumas tendências quanto à gestão no atendimento, continue no blog e boa leitura.

Quer saber mais sobre atendimento ao cliente e interações digitais?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.