como usar whatapp para vendas

Veja 6 boas práticas de como usar o WhatsApp para vendas para aumentar a lucratividade

Nos dias de hoje, é bastante visível que o relacionamento entre empresa e consumidor mudou muito. Parte dessa transformação foi consequência do acesso facilitado à internet e a inclusão cada vez maior das redes sociais no dia a dia das pessoas.

Esse mundo, agora, mais tecnológico permitiu que o cliente pudesse comprar qualquer coisa a qualquer hora e lugar com apenas um click. Logo, as empresas que, até então só atendiam de forma presencial, viram a necessidade de se ajustar a essa nova realidade para alcançarem um público maior.

Sendo assim, com o intuito de construir uma relação mais próxima com o público-alvo e atrair novos clientes, grande parte das empresas, hoje, estão presentes no Facebook, Instagram e, agora, WhatsApp. Essa última rede social, tem como objetivo tornar a comunicação com o consumidor mais ágil e eficiente. Por isso, é considerada uma ferramenta essencial para quem deseja aumentar as vendas e automatizar o atendimento ao cliente.

Mas para que você usufrua das vantagens dessa ferramenta, é preciso se atentar para algumas práticas que fazem toda a diferença entre o sucesso e fracasso dessa estratégia. Sabendo disso, preparamos este artigo com o objetivo de ensinar para você como usar o WhatsApp para vendas. Acompanhe a leitura!

1. Utilize o WhatsApp Business

Um dos principais erros cometidos pelas empresas no momento de utilizar o WhatsApp para estabelecer uma comunicação direta com o consumidor é utilizar a conta pessoal para resolver questões da empresa. Pois isso impede que seja estabelecida uma rotina de atendimento para solucionar as necessidades do público. Logo, se torna mais difícil obter um resultado satisfatórios para ambos.

Sendo assim, para evitar uma possível frustração, o primeiro passo consiste em instalar a versão própria para empresa: o WhatsApp Business. Nessa versão, contém algumas funcionalidades que facilitam o atendimento ao cliente e permite que você desenvolva estratégias de atração e fidelização mais precisas.

Isso porque uma dessas funções, por exemplo, permite que você verifique as métricas e faça um comparativo entre as estratégias utilizadas para identificar qual delas gerou mais retorno positivo.

Além disso, você pode visualizar a quantidade de mensagens que foram enviadas pelos clientes, qual delas foram lidas e quais foram entregues pelo usuário. Outra função bastante utilizada é o envio de mensagens automáticas para agilizar o atendimento e a possibilidade de criar grupos com etiquetas que mantém a organização dos contatos.

2. Tenha cuidado com a abordagem

Com certeza você já deve ter ouvido a expressão que diz que a primeira impressão é a que fica, não é mesmo? Esse ditado popular é muito real no meio empreendedor. Isso porque quando a empresa não se preocupar em causar uma boa primeira impressão ao cliente ela corre o grande risco de perder a chance de fidelizá-lo. Pois dependendo da recepção, dificilmente haverá uma volta.

Tendo isso em mente, é muito importante que sua empresa, ao utilizar o WhatsApp como meio de comunicação, tenha o cuidado de estabelecer uma abordagem mais cativante e humanizada. Afinal de contas, quando o cliente sente que pode lidar com a sua empresa como uma amiga, além de estabelecer um relacionamento de confiança ele se sentirá mais confortável para manter um diálogo aberto com a sua equipe de atendimento.

3. Seja educado e faça uso de etiqueta

A educação é essencial em qualquer relacionamento que temos na nossa vida, certo? Então, no meio empresarial ela deve está sempre presente nas negociações e resoluções de problemas. Nos casos que o cliente aparece alterado é importante que a sua equipe esteja preparada para conduzir a situação de maneira mais profissional e educada possível, ok?

Vale ressaltar também que as mensagens enviadas para o cliente não precisam seguir um padrão extremamente formal. Na verdade, o tipo de linguagem utilizada deve ser estabelecida com base no perfil do consumidor. Sendo assim, dependendo do assunto tratado e do público é possível utilizar uma comunicação mais descontraída, já que a intenção é aproximar o seu consumidor da marca.

4. Aposte em gatilhos mentais

Quem lida diariamente com pessoas sabe que existem alguns gatilhos mentais que influenciam o indivíduo em determinadas ações. Então, como uma estratégia de venda, muitas empresas fazem uso dessa técnica para atrair a atenção do cliente e incentivá-lo a finalizar uma compra.

Dentre os gatilhos mentais mais utilizados pelas empresas para engajar seu público e fechar as vendas, estão os seguintes:

  • gatilho de escassez e urgência, por exemplo, “corra, já está acabando”, “últimas novidades” etc;
  • gatilho de prova social é utilizado para obter a confiança do consumidor, pois você o convence de que a sua marca é o que ele procura por meio de depoimento e avaliação de outros clientes;
  • gatilho da garantia é utilizado quando a empresa quer instigar o consumidor a comprar o seu produto por meio da garantia oferecida. Nesse caso, expressões como “satisfação garantida ou o seu dinheiro de volta” são muito comuns;
  • gatilho de novidades tende a fazer o cliente a pensar que sairá na frente ao adquirir o seu produto;
  • gatilho de autoridade é utilizado quando a empresa sabe que é uma referência no segmento em que atua e, por isso, usa dessa vantagem para conquistar a atenção e confiança do cliente.

5. Apresente soluções

Na maioria das vezes, quando o cliente entra em contato com a empresa é para esclarecer uma dúvida ou buscar solução para um problema. Quando essa tentativa de comunicação ocorre e o consumidor percebe que o seu caso foi negligenciado pela empresa.

As consequências dessa ação podem ser muito ruins para o seu negócio. Isso porque, além de perder um cliente você contribui com o marketing boca a boca negativo. Ou seja, um consumidor insatisfeito com os seus serviços vai compartilhar a sua indignação com outras pessoas afetando, assim, a imagem que a sua marca tem no mercado. 

Por isso, esteja sempre disposto a oferecer soluções para os seus clientes. E quando não conseguir resolver o problema haja com sinceridade e explique os motivos que te impediram. Isso porque mesmo que a questão não seja resolvida, o relacionamento transparente e sincero é capaz de manter o cliente fiel a sua marca.

6. Dedique tempo para o atendimento

Uma das principais características do WhatsApp é a rapidez na comunicação. Por isso, muitas empresas pecam quando não deixam uma equipe responsável por essa ferramenta em tempo integral. Então, quando o cliente manda uma mensagem, o retorno só é dado horas (ou dias) depois. Além de ser frustrante para o consumidor, sua empresa perde a credibilidade no mercado. Sendo assim, preze pela rapidez nas respostas ao cliente para não correr o risco de perdê-lo para a concorrência.

Portanto, percebemos que saber como usar o WhatsApp para vendas é essencial para quem quer aumentar o seu público e tornar o atendimento mais prático, fácil e ágil. No entanto, devemos ressaltar mais uma vez que o uso de redes sociais para promover a marca deve ser feito com muita responsabilidade para obter o retorno esperado, ok?

Gostou deste artigo e quer ficar por dentro do nosso trabalho? Então, aproveite para nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp

Quer saber mais sobre atendimento ao cliente e interações digitais?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.