Gestão de Resorts: 7 boas práticas que devem ser adotadas
Gestão de Empresas Hotelaria

Gestão de Resorts: 7 boas práticas que devem ser adotadas

Escrito por Leucotron

Garantir uma gestão de resorts eficiente é primordial para conquistar a satisfação dos clientes e, assim, torná-los os seus principais divulgadores, além de manter uma boa imagem no mercado e alcançar resultados cada vez mais aprimorados — colocando o negócio no caminho do crescimento contínuo.

Para que isso seja possível, pode-se contar com algumas boas práticas de mercado, que ajudarão a aprimorar a administração, corrigindo falhas e otimizando processos. Continue com a leitura para conhecer 7 ações que devem ser tomadas!

1. Integração entre áreas e equipes

A integração entre as equipes permite que tarefas relacionadas, mesmo que sejam de áreas diferentes, sejam executadas com eficácia. Sendo assim, se as pessoas responsáveis por cuidar dos estoques compartilha informações com os profissionais da área de compras, por exemplo, consegue-se alcançar benefícios como:

  • equilíbrio do estoque (redução de faltas e excessos);

  • diminuição de perdas e desperdícios;

  • melhoria na negociação com fornecedores;

  • redução de custos.

Logo, integrar setores é uma maneira de melhorar a troca de informações entre eles, garantindo que o trabalho de todos seja realizado com o máximo de eficácia, sendo pautado em conhecimentos sólidos sobre todo o processo — e não apenas sobre a parte em que a área é responsável.

2. Boa comunicação interna

Investir em uma boa comunicação interna permite que os colaboradores conheçam a cultura, os valores e os objetivos do empreendimento. Por meio dela, torna-se possível alinhar as metas e processos e todos passam a ter ciência do desempenho que é esperado.

Além disso, ela também ajuda — e muito — a viabilizar a integração entre as pessoas e áreas, visto que o compartilhamento de informações é fundamental para que isso aconteça.

Para melhorar a comunicação interna, vale a pena investir em tecnologia, criar canais de comunicação, permitir que os colaboradores também deem feedbacks (e não somente recebam) e estimular uma liderança mais participativa e integrada.

3. Monitoramento de concorrentes

O monitoramento dos concorrentes é importante para entender como se dá a dinâmica do mercado e permite a identificação do que eles estão fazendo de diferente — e está chamando a atenção do público — além de ajudar a entender quais são as principais tendências do mercado e o que os clientes estão buscando.

Existe um processo chamado benchmarking, que consiste no estudo da concorrência e a busca pelas melhores práticas, que tornam o desempenho superior. Por meio dele, consegue-se apontar o que os principais players estão fazendo com eficiência e se analisa a viabilidade de adotar tal processo na empresa.

Contudo, não se trata de copiar a gestão de resorts dos competidores: o ideal é adaptar as práticas para alinhá-las ao seu modelo de negócios e, se possível, aprimorá-la, para que se consiga mais sucesso com os resultados.

4. Capacitação dos colaboradores

O conhecimento dos colaboradores é crucial para um bom atendimento e para garantir a satisfação dos seus clientes. Nesse sentido, investir em capacitação é sinônimo de melhorar o relacionamento com o seu público e tornar os processos mais eficientes e eficazes.

Para isso, existem diversas opções para capacitar e qualificar os profissionais e oferecer um serviço diferenciado no seu resort. Entre elas:

  • curso de inglês;

  • curso de libras;

  • curso de mergulho;

  • curso de escalada.

Dessa forma, consegue-se desenvolver os colaboradores, especializá-los em determinadas áreas e mantê-los à disposição para os mais variados tipos de clientes e as suas necessidades.

Além de melhorar e ampliar os serviços oferecidos, vale lembrar que esse tipo de investimento ajuda a aumentar o reconhecimento profissional e manter as equipes cada vez mais motivadas e engajadas na entrega de serviços mais aprimorados.

5. Cultura da inovação

Implementar uma cultura de inovação é sinônimo de aumentar o diferencial competitivo do negócio, haja vista que ela permite criar ou aprimorar novos processos, produto, serviços e modelos de negócio, por exemplo.

Para isso, é importante se manter atento às tendências do mercado, surgimento de novas tecnologias, permitir a contribuição dos colaboradores — que, por executarem os processos, podem sugerir ideias viáveis e promissoras — entre outros aspectos.

Guia completo para otimizar a comunicação em escritório de advocaciaPowered by Rock Convert

A ideia é sempre aprimorar a gestão, de forma a conseguir um desempenho superior, atrair e fidelizar cada vez mais clientes, ao mesmo tempo em que se desenvolve processos mais eficientes.

6. Foco na experiência do cliente

A experiência que um cliente possui em uma empresa é o fator determinante para garantir a satisfação — e, consequentemente, a fidelização — ou afastá-lo do negócio e ainda contribuir para a criação de uma imagem competitiva.

Aqui, vale lembrar que as pessoas tendem a compartilhar as suas impressões com pessoas próximas. Portanto, garantir atendimentos e serviços de qualidade pode ajudar a tornar o seu público o seu maior divulgador dos serviços oferecidos — o que aumenta as chances de essas outras pessoas procurarem o seu empreendimento.

Sendo assim, mantenha o foco nos clientes, em identificar e atender às necessidades deles e em oferecer um diferencial. Para isso, vale a pena abrir canais de comunicação e pedir a opinião sobre diversos aspectos que envolvem o seu atendimento. Com isso, é possível saber quais são as principais falhas, ou acertos, e o que precisa ser feito para aprimorar os serviços e corrigir os problemas.

7. Implementação da governança hoteleira na gestão de resorts

A governança hoteleira trata do cuidado que se deve ter com os ambientes (apartamentos, hall, restaurante, entre outros) para mantê-los em perfeito estado de higiene, limpeza e conservação.

Por meio dessa área, é feito o planejamento dos processos, insumos e mão de obra, de forma que todos sejam usados com inteligência, evitando desperdícios e otimizando o trabalho, que também está relacionado à satisfação dos clientes.

As decisões tomadas na gestão de resorts determinam os resultados que serão obtidos, como será o relacionamento com os clientes e como o empreendimento se posiciona no mercado. Dito isso, pode-se perceber a importância de otimizar as rotinas e tornar os processos cada vez mais eficientes, o que pode ser feito com base nas 7 práticas que listamos no post de hoje.

Gostou do nosso artigo? Quer continuar acompanhando dicas, listas e outros conteúdos como este? Assine a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE