Normas de qualidade em TI: quais são as principais e qual é a importância?
Tecnologia da Informação

Normas de qualidade em TI: quais são as principais e qual é a importância?

Escrito por Leucotron

Você conhece as principais normas de qualidade em TI? Elas auxiliam as empresas com o aperfeiçoamento dos processos internos e a criação de padrões de atendimento. Com isso, as organizações conseguem atender melhor os clientes e os profissionais de tecnologia mantêm o conhecimento atualizado.

Que tal conhecer as principais normas de qualidade em TI e saber como aplicá-las ao negócio? Confira!

A importância de uma empresa estar alinhada às normas de qualidade em TI

Uma companhia que se mantém alinhada às melhores práticas do mercado, incluindo o setor de TI, demonstra a sua preocupação em realizar serviços de qualidade. Ela também dá mais garantias para os seus clientes, pois as suas certificações atestam a melhoria constante nos processos e nos serviços fornecidos.

Logo, buscar certificações é uma maneira de apresentar um diferencial para os clientes e se manter competitiva no mercado. Também é um modo de apresentar garantias sobre o cumprimento do que foi acordado.

As principais normas de qualidade em TI

Conheça as certificações que podem levar um diferencial para a sua organização:

ISO/IEC 20000

Essa é uma norma que avalia a maturidade do sistema de gestão dos serviços de tecnologia da informação. Ela foi criada pela ISO (International Organization for Standardization) e a IEC (Internacional Electrotechnical Commission).

A ISO/IEC 20000 estabelece um padrão internacional de qualidade para os fornecedores de serviços da tecnologia da informação. Sendo assim, uma companhia que tem essa certificação indiretamente diz ao cliente que ela tem controles adequados e os procedimentos corretos para realizar um serviço de qualidade.

A normativa também está alinhada às práticas preconizadas na ITIL (Information Technology Infrastructure Library). Seguindo essa prerrogativa, isso quer dizer que a empresa que tem a certificação ISO/IEC 20000 também adota a ITIL. Mas, afinal, quais são os principais benefícios de buscar essa qualificação? São eles:

  • capacidade de atender às demandas dos clientes com alta qualidade;
  • oportunidade de melhorar a eficiência;
  • cumprimento dos padrões internacionais;
  • oportunidade de aumentar a rentabilidade da empresa;
  • consistência nos serviços de tecnologia da informação;
  • vantagem competitiva e custo adequado ao serviço.

ISO 9001

Essa também é uma norma internacional que cria requisitos para atestar o que é um sistema de gestão de qualidade. Ela é valorizada em qualquer país, sendo muito indicada para empresas que pretendem se destacar perante os concorrentes.

Para receber a certificação, a companhia deve cumprir diversos requisitos. Um deles, por exemplo, é o compromisso de acompanhar as situações internas e externas que podem interferir no sistema de gestão da qualidade, além de criar um direcionamento estratégico para as ações da equipe.

A ISO 9001 também exige que a empresa mantenha uma avaliação constante sobre os riscos corporativos, bem como as oportunidades que podem ser aproveitadas. A normativa também estabelece que a organização deve ter atenção ao seu ciclo produtivo. Ou seja, ela precisa acompanhar desde a ideia de um projeto, as suas atividades, até o resultado final após a entrega.

Portanto, ao obter a certificação, a empresa demonstra que tem uma estrutura organizada, processos estruturados e uma equipe eficiente para desenvolver os projetos. Para receber o selo de qualidade, a organização precisa fazer os ajustes necessários, implantar todos os requisitos e contratar uma auditoria de certificação.

Six Sigma

A Six Sigma é uma certificação internacional utilizada para aperfeiçoar os processos internos das companhias. Ela contribui com a redução de custos e o aumento dos lucros. Sendo assim, ela busca reconhecer as operações que geram gastos desnecessários e permite o cálculo matemático para definir o nível de desempenho dos processos, bem como o diagnóstico completo.

Os sigmas, então, representam um modelo de escala de qualidade conforme os números vão crescendo. Logo, 1-sigma é o nível mais baixo e o 6-sigma é o mais alto dessa certificação, que significa que a empresa tem apenas 3 defeitos em um milhão. Quais são as vantagens de realizar projetos no nível 6-sigma? São elas:

  • eficiência dos processos;
  • diminuição de custos;
  • serviço de qualidade ao cliente;
  • eliminação de falhas e redução dos ciclos.

O six sigma se baseia na definição de metas e no desenvolvimento de projetos para alcançar esses objetivos. Para ter sucesso, a organização precisa contar com uma equipe engajada. Quando aplicada à área de TI, ela permite a identificação de problemas que afetam o sucesso no atendimento ao cliente como:

  • redução na performance;
  • processos obsoletos;
  • problemas de comunicação e desenvolvimento de projetos.

A certificação deve ser obtida pelo profissional de TI, por meio de uma prova realizada com o intuito de testar os seus conhecimentos.

ITIL

A ITIL significa biblioteca de infraestrutura de tecnologia da informação. Ela consiste em uma série de práticas que devem ser aplicadas na infraestrutura e na operação dos serviços de TI para garantir qualidade nos serviços. Entre elas, estão:

  • gestão de níveis de serviço;
  • suporte técnico;
  • gerenciamento das capacidades;
  • gestão de configurações e modificações.

Uma empresa que tem profissionais com essa certificação se beneficia com a alta produtividade da equipe, a redução de custos e a satisfação dos clientes.

A ITIL também é importante para os profissionais. Quem obtém uma certificação como essa atesta o seu conhecimento na área e incrementa o currículo. Ela só pode ser obtida por meio da realização de uma prova em instituições autorizadas, como EXIN e ISEB. O exame pode ser realizado de modo presencial ou online e se baseia no teste de conhecimentos da área.

COBIT

COBIT significa “Control Objectives for Information and related Technology”. Ele se baseia na criação de uma governança em TI e processos de segurança e auditoria. Para tanto, cria um conjunto de práticas e recomendações que devem ser seguidas pelas companhias que obtêm a certificação. Entre essas elas estão:

  • planejamento;
  • organização;
  • aquisição;
  • implementação;
  • entrega;
  • suporte;
  • monitoramento;
  • avaliação.

O COBIT tem como intuito criar padrões internacionais para assegurar o gerenciamento e a gestão de riscos. Sendo assim, a equipe de TI tem a função de garantir que os trabalhos sejam eficientes para os colaboradores da empresa ou clientes.

Seguindo essa lógica, a certificação auxilia a organização a criar processos de segurança da informação, gerenciamento de dados e de problemas. E traz muitas vantagens para a companhia:

  • eficiência em TI;
  • otimização dos investimentos;
  • segurança da informação.

Para obter a certificação, os colaboradores da área de TI devem realizar uma prova no site da ISACA (Associação de Auditoria e Controle de Sistemas da Informação) para atestar os seus conhecimentos na área.

Percebeu as vantagens de sua empresa seguir as normas de qualidade em TI? Agora é só buscar uma certificação para garantir a melhoria dos serviços da empresa e do seu time!

Aproveite a visita e entenda como se atualizar em relação às tecnologias utilizadas no mercado financeiro!

Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE