empresas que usam scrum

Empresas que usam Scrum para aumentar o sucesso do negócio. Saiba como aplicar!

Criada como uma alternativa ao modelo tradicional de gerenciamento de projetos, o Framework Scrum é cada vez mais utilizada por empresas para o desenvolvimento ágil de produtos e ferramentas tecnológicas.

Ao mesmo tempo em que simplifica os processos e a gestão das equipes, o método conta com processos que garantem que todos estejam alinhados e trabalhando em direção ao mesmo objetivo. O resultado disso são entregas mais velozes, com qualidade e valor agregado.

Ficou curioso para entender como aumentar o sucesso do seu negócio com o Framework Scrum? Neste artigo, explicamos o conceito desse framework e os benefícios para as empresas que usam Scrum. Que tal acompanhar e saber se essa pode ser uma boa opção para você?

O que é o Scrum?

O Scrum é um framework de desenvolvimento de projetos de forma ágil e eficiente. Ele tem como objetivo entregar resultado ao cliente em menor tempo, pois entende que um produto não precisa estar perfeito para ser entregue ao cliente. A ideia é permitir o uso das soluções e aprimorá-las conforme surgem outras necessidades.

O Scrum nasceu com base no Método Ágil, que, por sua vez, é um conjunto de valores e princípios que valorizam a entrega mais rápida de produtos ou serviços aos clientes.

Originalmente, o Scrum e o Método Ágil nasceram com o objetivo de facilitar, agilizar e aumentar a taxa de sucesso de projetos de desenvolvimento de software. No entanto, hoje já há diversas empresas que usam Scrum em variados setores da economia — da agricultura à engenharia mecânica.

Origem da terminologia

O nome Scrum é inspirado nas formações de equipe do rugby, esporte em que os jogadores pressionam toda energia direcionada a um mesmo objetivo. Além do Método Ágil, o Scrum também é inspirado em conceitos do Lean Manufacturing.

O método funciona em diferentes segmentos do mercado, pois ele prioriza a integração entre as equipes, o compartilhamento de informações de um projeto e a flexibilidade para promover mudanças nas prioridades de cada iniciativa.

Como funciona o Framework Scrum?

As equipes do Scrum são sempre autogestionadas e multidisciplinares. Diferente de uma hierarquia organizacional tradicional, no Scrum existem três papéis principais: o Scrum Master, o Product Owner e o Time de Desenvolvimento.

O Scrum Master é um profissional responsável pelo processo em si. Ele é um líder-servo que conduz o restante da equipe pelas cerimônias e pelos artefatos do Scrum, remove obstáculos que possam prejudicar o prosseguimento do trabalho e realiza ajustes e mudanças que possam ser necessários para que o Scrum funcione perfeitamente.

Já o Product Owner é o responsável pela visão do produto. Ele é o profissional que define as prioridades do trabalho das equipes e elabora o chamado Product Backlog, que é uma forma de escopo utilizada no Scrum.

Por fim, o time de desenvolvimento são as pessoas que executarão o trabalho em si. Ele deve ser multidisciplinar e contar com todas as competências necessárias para a realização do projeto.

Apesar de ser possível enxergar que algumas das responsabilidades de um gerente de projetos tradicional ficam diluídas entre o Scrum Master e o Product Owner, é importante destacar que quem define como o trabalho será realizado é o próprio time. Portanto, é preciso maturidade e autonomia dos profissionais envolvidos.

Quais são as cerimônias do Scrum?

No Scrum, os produtos são desenvolvidos em iterações chamadas de Sprints, que usualmente compreendem o período de uma semana a um mês. Toda Sprint é iniciada por uma reunião formal chamada Sprint Planning e encerrada com duas outras reuniões: a Sprint Review e a Sprint Retrospective.

Sprint Planning

A Sprint Planning é uma reunião de planejamento rápida em que o Product Owner define os objetivos e as prioridades para a atual Sprint com base no seu Product Backlog, enquanto o time de desenvolvimento tira dúvidas e descreve como realizará as tarefas necessárias para a execução do trabalho.

A lista de tarefas organizadas por ordem de prioridade que é montada ao final da reunião de planejamento é chamada de Sprint Backlog e descreve todo o trabalho projetado para a iteração presente.

Como em todas reuniões do Scrum, o tempo dela é limitado: a sua duração máxima é de 2 horas para cada semana de Sprint. Ou seja, se o time trabalha com Sprints de 1 mês, a reunião pode durar até 8 horas. Isso parece muito, mas nem se compara com as reuniões de escopo do método tradicional de gerenciamento de projetos, que duram dias.

Sprint Review

A Sprint Review, no final da iteração, é uma reunião de inspeção e visualização do andamento do projeto. Nela, o time apresenta o trabalho executado para stakeholders-chave convidados pelo Product Owner e, se necessário, são feitas adaptações no Product Backlog. A Sprint Review dura no máximo 1 hora para cada semana de duração da Sprint.

Sprint Retrospective

Por fim, a Sprint Retrospective é uma reunião ao final da Sprint em que o time e o Scrum Master se reúnem para autoavaliação, inspeção do próprio Scrum e realização de ajustes. É um encontro importante para a motivação da equipe e a redução do atrito nas relações de trabalho. Dura 1 hora para cada semana de Sprint.

Além dessas reuniões, em todos os dias de trabalho o time de desenvolvimento se reúne para a chamada Daily Scrum, uma reunião rápida com, no máximo, 15 minutos de duração, em que cada pessoa responde a três perguntas:

  • o que executou para o objetivo da Sprint ontem;
  • o que planeja executar hoje;
  •  e se existe algum obstáculo impedindo o seu progresso.

Todas as reuniões do Scrum são facilitadas pelo Scrum Master, mas na Daily Scrum é quando ele realiza uma das suas responsabilidades principais: a detecção de obstáculos que possam atrasar as entregas do produto.

Quais são as vantagens para as empresas que usam Scrum?

Se você ainda não compreendeu os motivos de usar o Scrum nas empresas, nós listamos os principais benefícios desse framework. Veja!

Agilidade na entrega

A primeira e principal vantagem do Scrum é a agilidade. Ele é um framework que prioriza a entrega veloz de resultados e conta com mecanismos para assegurar que isso aconteça. No desenvolvimento de softwares, por exemplo, isso é muito importante. Afinal, se a empresa demorar demais para entregar o produto, ele já pode se tornar obsoleto diante de todas as opções do mercado.

Além disso, as necessidades das empresas mudam com o passar do tempo e também suas prioridades nos projetos. Logo, entregar de forma rápida um sistema para o cliente é uma forma de valorizar mais o seu trabalho e resolver — de fato — o problema em questão.

Guia completo para otimizar a comunicação em escritório de advocacia

Atualização constante de funcionalidades

Outra vantagem do Scrum é a entrega de valor constante e com prioridade. As reuniões constantes da equipe permitem que, a cada Sprint, os profissionais consigam lançar uma melhoria no software em funcionamento e acrescentar algumas funcionalidades.

Dessa forma, a empresa que adquire o sistema percebe que o produto tem muito valor agregado, pois a equipe de desenvolvimento está sempre promovendo melhorias e incluindo ferramentas.

Em alguns casos, mesmo enquanto o produto está em fase de desenvolvimento, ele já pode ser utilizado em uma organização, trazendo retorno antes mesmo da sua conclusão.

Flexibilidade

Outra vantagem para as empresas que usam Scrum é o ambiente mais flexível e dinâmico. As equipes, então, acabam se adaptando a diferentes situações e projetos, o que também torna os profissionais mais qualificados.

Com as constantes reuniões, os times conseguem dialogar sobre os problemas do projeto e traçar novas rotas para chegar a um bom resultado para o cliente. Caso surja alguma necessidade mais urgente, ela é passada na frente de outras situações para atender às expectativas de quem vai utilizar a ferramenta.

Logo, o projeto é dinâmico e está em constante mudança com o foco em dar prioridade para atender às necessidades dos clientes. Isso faz com que o escopo seja mais enxuto e inteligente.

Comunicação eficiente

Os profissionais que trabalham com o Framework Scrum também aprimoram suas habilidades de comunicação, uma vez que precisam transmitir com clareza as suas ideias (e com frequência).

Isso torna as equipes mais unidas em prol de um objetivo, o que resulta em engajamento na empresa e colaboração mútua.

Diminuição de riscos nas empresas que usam Scrum

Alguma vez você já se decepcionou com o cliente ao ouvir que “essa ferramenta não funciona”? Pois é, antigamente isso era mais comum porque se levava muito tempo para desenvolver um software. Com isso, a organização já tinha evoluído, o mercado havia mudado e o que antes era essencial já não parecia mais tão importante.

Com o Framework Scrum, os riscos para a empresa diminuem, pois os problemas são solucionados com mais rapidez. Consequentemente, também reduzem os cancelamentos por parte dos clientes, uma vez que percebem o envolvimento da equipe em proporcionar a melhor experiência.

Além disso, também diminuem os riscos de direcionar muito tempo, energia e dinheiro em um projeto que não dá resultado. Afinal, as reuniões possibilitam que as equipes identifiquem rapidamente os projetos que “não vão para frente”. Assim, elas conseguem encontrar um novo direcionamento para chegar a um bom resultado.

Transparência

Em organizações mais antigas, é muito comum observar colaboradores que têm medo de apresentar sua opinião aos gestores, pois o sistema de hierarquia é mais engessado. Além disso, é comum a ideia de tentar achar um culpado para o problema e ver os funcionários apontando o dedo uns para os outros.

Em contrapartida, as empresas que usam Scrum têm um direcionamento completamente diferente. As pessoas são estimuladas a pensarem em conjunto, trocarem ideias e aprenderem com os erros. Logo, o objetivo não é encontrar o culpado por uma falha, mas achar a solução para o problema. E errar torna-se apenas uma parte do processo de aprendizado.

Sendo assim, fica muito mais rápido solucionar um problema e entregar um produto de qualidade ao cliente.

Como implementar o Scrum na sua empresa

Ficou interessado nesses benefícios proporcionados para as empresas que usam Scrum? Então, acompanhe as nossas dicas de como usar esse framework na sua organização!

Organização dos processos

Infelizmente, não é da noite para o dia que você vai conseguir transformar a forma de uma equipe inteira trabalhar. Porém, ao organizar os processos isso vai ficar muito mais fácil.

Portanto, defina em quais áreas o Scrum será implementado e estabeleça dias e horários fixos para realizar as reuniões. Também é importante trabalhar a cultura da empresa para mostrar que todos precisam atuar em conjunto com o foco em um objetivo.

Engajamento do time

Aos poucos, a equipe perceberá as vantagens de utilizar Scrum na empresa. Isso porque as pessoas ganham mais voz para apresentar suas ideias, conquistam mais espaço para buscar soluções para os problemas e desenvolver habilidades. Portanto, trabalhe a confiança no seu time e incentive a troca de ideias.

Definição das funções

Já falamos que as empresas que usam Scrum utilizam um framework diferente na organização hierárquica dos seus profissionais, certo? Portanto, para implementar esse framework, você também precisa reorganizar as atividades e definir quem terá o papel de Scrum Master, Product Owner e quais serão as pessoas do time de desenvolvimento de determinado projeto.

Backlog

Também é essencial ter um responsável por catalogar e organizar as listas de atividades e etapas de trabalho — conhecidas como backlog. Assim, todos conseguem acompanhar quais features foram implementadas e quais estão em desenvolvimento no decorrer do projeto.

Aprendizado

Valorize os momentos de estudo e aprendizado do seu time. Para ter ideias e desenvolver projetos inovadores, as pessoas precisam ter tempo de pensar e trocar informações. Portanto, vale a pena ter um ambiente descontraído para estimular a criatividade.

Progresso das atividades

Também é uma etapa essencial das empresas que usam Scrum o acompanhamento das atividades desenvolvidas pelas equipes. Logo, fique atento aos prazos propostos e reúna os colaboradores com frequência para avaliar quais ideias funcionaram e quais iniciativas precisam ser revistas para fazer o projeto funcionar.

Lembre-se de que a agilidade é essencial no Framework Scrum, mas a qualidade do produto entregue ao cliente também. Sendo assim, se alguma atividade não funcionou da forma que deveria, é necessário reavaliar as prioridades e definir o caminho mais adequado para dar encaminhamento ao projeto.

Enfim, já deu para entender por que as empresas que usam Scrum têm mais resultados, correto? Elas são mais ágeis em desenvolver os projetos e encontrar novos caminhos para solucionar os problemas. E, claro, a integração dos times também faz muita diferença para uma organização com foco no crescimento.

Gostou das nossas dicas e quer aprender mais sobre tecnologia? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades dessa área!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.