7 maneiras práticas de reduzir custos no condomínio

Você precisa reduzir custos no condomínio, mas não sabe o que fazer? Ao adotar algumas alternativas no modelo de gestão é possível alcançar esse objetivo. Manter o devido controle sobre o uso de recursos e estimular o consumo consciente são maneiras práticas para diminuir os gastos.

O importante é compreender que a economia só é possível com ações de todos os moradores ou funcionários do condomínio, o uso da tecnologia e a terceirização de alguns serviços. Veja neste post as principais dicas sobre o assunto!

1. Adote ferramentas de telefonia para reduzir custos no condomínio

O uso de ramais telefônicos é uma excelente maneira para diminuir os gastos. Eles são conectados a uma central telefônica e as ligações são interligadas para um outro número dentro do sistema. Assim, a sua equipe de trabalho economiza muito na hora de realizar ligações internas.

Para complementar, o uso de ramais telefônicos ajuda a equipe a poupar tempo de trabalho, pois não é preciso se deslocar toda vez que for necessário esclarecer uma dúvida ou problema. Algumas ferramentas de ramais possibilitam a integração com o smartphone, o que diminui os gastos nas ligações realizadas para outros celulares.

Também é fundamental criar regras específicas para as chamadas externas, sempre com o foco nas necessidades do condomínio. Se você perceber que um colaborador ou membro do local utiliza o telefone de forma indevida, é necessário chamar a atenção dele. Sendo assim, monitore as ligações, faça os cálculos e estimule a equipe a adotar o uso consciente do recurso.

Caso seja necessário, institua uma multa ao funcionário que não for responsável no uso do sistema de telefonia. Muitas vezes, é necessário sentir o peso no bolso para dar valor à medida.

2. Terceirize os serviços contábeis

A contratação de terceiros para realizar os serviços que não integram o know-how do negócio torna-se vantajosa em muitas situações. Com isso é possível evitar o vínculo com os colaboradores, diminuir custos e ainda ter uma equipe focada na resolução dos problemas.

Portanto, dê preferência para a terceirização de serviços contábeis e peça a orientação dos profissionais sobre as boas práticas para reduzir custos no condomínio. Quem sabe eles não apresentam propostas inovadoras para você?

3. Use uma portaria virtual

A portaria eletrônica proporciona muitos benefícios para um condomínio. Evita-se a contratação de um profissional para realizar o serviço e ainda é possível obter mais segurança. Afinal, não haverá uma pessoa na portaria correndo o risco de ser ameaçada para liberar o acesso de indivíduos mal intencionados.

A tecnologia permite que os próprios colaboradores façam a liberação de acesso dos visitantes por meio da conexão da ferramenta ao celular. A instalação do equipamento é simples e não exige o uso de cabos e fios.

Outra vantagem dessa solução é a sua capacidade de funcionar 24 horas por dia, 7 vezes por semana. Tudo isso sem onerar o condomínio com o pagamento de horas extras.

Guia completo para otimizar a comunicação em escritório de advocacia

4. Controle os gastos de energia e água

O uso de energia elétrica e água de forma desmedida costuma gerar contas altas aos condomínios. Sendo assim, é fundamental adotar práticas para reduzir custos nessas áreas. Uma medida simples, por exemplo, é a instalação de sensores de presença nas áreas comuns do edifício. Para complementar, é importante substituir as lâmpadas antigas pelos modelos mais econômicos, como as de LED.

Em conjunto, essas ações podem gerar uma economia significativa para o ambiente. Para complementar, você pode reprogramar os elevadores para funcionarem de forma inteligente a fim de evitar deslocamentos desnecessários.

Também é fundamental controlar o uso da água. Esse recurso está cada vez mais escasso, por isso, muitas prestadoras de serviços já aumentaram os valores das contas. É preciso conscientizar todos os membros do condomínio sobre o uso adequado da água, como fechar as torneiras na hora de escovar os dentes e ao enxaguar a louça, por exemplo.

Outra medida é aproveitar a água da chuva. Você pode instalar cisternas na área externa para captar o recurso e interligá-las à tubulação do condomínio. Assim, é possível utilizar esse recurso nos vasos sanitários e outras atividades que não exigem água potável.

5. Terceirize serviços de limpeza e manutenção

Pesquise por empresas de serviços de limpeza e manutenção para realizar essas demandas do condomínio. É uma maneira de diminuir os encargos trabalhistas, pagamento de férias, horas extras, 13º salário e impostos. A organização contratada será responsável por tudo isso, bem como arcar com os custos de contratação e demissão de funcionários.

Além disso, essa medida garante que você tenha sempre um profissional à disposição do condomínio. Se o colaborador estiver de férias, por exemplo, a empresa será responsável por enviar outro colaborador para substitui-lo nesse período. Caso os membros não gostem de algum funcionário, também é possível solicitar a troca por outro que se encaixe melhor no perfil do condomínio.

6. Estimule práticas conscientes

Solicite o apoio de todos os membros do condomínio para promover a diminuição de custos. Você pode realizar reuniões mensais para estimular o compartilhamento de informações e ideias que podem ser adotadas no ambiente. A redução de gastos mensais só será eficiente se todos estiverem engajados no mesmo objetivo.

7. Cobre os inadimplentes

Os membros inadimplentes do condomínio geram prejuízos para todos. A falta de pagamento prejudica o investimento em novas práticas para diminuir os custos ou melhorar a comunicação entre todos.

Converse com os inadimplentes e institua um prazo para eles pagarem todas as dívidas. Se for necessário, busque o apoio legal e entre com um processo judicial para cobrá-los. Essa é uma maneira mais rápida de quitar as dívidas e arrecadar os recursos para investir em tecnologias e inovação no condomínio.

Como você pôde notar, com algumas práticas conscientes é possível reduzir custos no condomínio. Opte pela terceirização de serviços, realize a troca de lâmpadas, busque o reaproveitamento da água, use a tecnologia como uma aliada e inove na gestão do local.

Gostou das dicas deste post? Então, aproveite para compartilhar o post nas redes sociais e auxiliar outros gestores que passam pela mesma situação!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Share This