modelo de negócio saas

Veja 5 ferramentas que podem transformar o modelo de negócio para SaaS

Você já ouviu falar em SaaS? Esse modelo de negócio é aquele em que um software é usado como serviço. Isso significa que os usuários podem acessar aplicativos usando a tecnologia Cloud Computing (Computação em Nuvem). Os dados armazenados ficam na nuvem e podem ser acessados usando uma conexão de internet.

Um provedor de serviços é o responsável por realizar o gerenciamento da infraestrutura necessária para rodar a aplicação no data center. Há vários benefícios ao optar por usar esse tipo de modelo, mas os principais são a segurança da informação garantida, atendendo às demandas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e a mobilidade à equipe.

Continue a leitura e veja 5 ferramentas que podem transformar o seu modelo de negócio para SaaS! Vamos lá?

1. Canais de comunicação unificados

A comunicação é um processo essencial para que todos os fluxos operacionais aconteçam da forma ideal em qualquer negócio. É preciso que ela seja desenvolvida de forma precisa, reduzindo os ruídos, para que todas os interlocutores possam compreender, de fato, a mensagem. Manter a integração entre as áreas é um dos grandes desafios de qualquer empresa — inclusive, é uma das reclamações recorrentes entre os clientes nas pesquisas de satisfação.

Para otimizar a experiência do cliente com a sua marca, é importante garantir que a comunicação ocorra de forma integrada. Isso permite agilidade nos fluxos operacionais, impactando positivamente a percepção do consumidor. Uma dica é contar com um sistema que faça toda a integração dos departamentos e da interface com o cliente.

Integração entre matriz e filiais

Empresas que possuem unidades de negócio em diferentes localidades precisam contar com sistemas que aperfeiçoem a integração entre essas operações. A comunicação entre elas precisa acontecer de forma fluida e usando dispositivos que sejam adaptados para os seus cenários. Afinal, há empresas que possuem alta distribuição geográfica e contextos muito diferentes em um mesmo negócio.

O PABX é uma ferramenta de comunicação que permite e interligação dos ramais da empresas de diversas localidades, centralizando a gestão dos recursos de telefonia e otimizando a comunicação.

2. Armazenamento na nuvem

Falando em agilidade, eficiência e segurança, a sua empresa deve contar com uma ferramenta que faça o armazenamento de dados na nuvem (Cloud Computing). Essa tecnologia permite muito mais segurança na troca de informações, ao mesmo tempo em que favorece o desempenho do seu negócio.

Isso porque ela dispensa o uso de grandes equipamentos e permite que os dados sejam acessados sempre que quiser. Assim, é possível trabalhar de qualquer lugar: basta ter um smartphone ou computador com acesso à internet. A armazenagem de dados na nuvem otimiza a produtividade da equipe, contribui para a redução de custos do seu negócio e tem disponibilidade de uso em diversas plataformas.

Guia completo para otimizar a comunicação em escritório de advocacia

Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Em 2018, o Congresso Nacional promulgou a Lei Geral de Proteção de Dados, mais conhecida pela sigla LGPD. Ela regulamenta as atividades que atuam direta e indiretamente com o uso de dados de clientes. O objetivo é garantir mais segurança no trato das informações ao estabelecer um direcionamento para a conduta das empresas. Além disso, ela estipula punições para organizações que vazarem os dados de terceiros.

A LGPD começa a valer a partir de agosto de 2020 e é preciso que todas as empresas adequem os seus processos. Atendendo às regulamentações da lei, elas se protegem de qualquer sanção ou multa, enquanto fortalece o senso de credibilidade dos negócios brasileiro. Isso ajudará a atrair investimentos de empresas estrangeiras no país, por exemplo.

3. Ferramentas de produtividade

Você já deve ter ouvido que “tempo é dinheiro”, não é mesmo? Por isso, é necessário sempre buscar aperfeiçoar a execução das tarefas. Pode-se, por exemplo, utilizar aplicações que ajudem no aumento da produtividade do negócio. Para fazer isso de forma certeira, é preciso ouvir a opinião dos clientes, que são os mais impactados pelos processos da empresa.

Logo, invista em uma ferramenta que possa fazer a avaliação da satisfação dos clientes. Com esses dados, é possível mapear os gaps nos fluxos operacionais e, assim, conseguir atender às expectativas dos consumidores. Além disso, você pode atuar de forma mais “invasiva” ao integrar essa ferramenta a softwares de gestão, por exemplo. Com o Business Intelligence (Inteligência do Negócios), é possível desenvolver painéis analíticos preditivos.

4. Recursos de mobilidade

Investir em mobilidade é garantir o crescimento do seu negócio. É comum pensar que esse conceito está ligado a soluções de transporte, com o uso de carros por aplicativos, por exemplo. Mas, na verdade, tudo o que atuar diretamente na otimização do fluxo operacional, permitindo que ele seja feito de qualquer lugar, pode ser considerado um recurso voltado à mobilidade.

Aplicações híbridas com as tecnologias de Cloud Computing (armazenamento em nuvem) e que facilitam a comunicação são exemplos de ferramentas direcionadas para a mobilidade. É preciso, também, contar com equipamentos que permitam isso, como é o caso de smartphones e notebooks. Eles facilitam muito o dia a dia e, associados a aplicações com essas tecnologias citadas, são soluções de produtividade para as empresas.

5. Automatização dos processos

Reduzir o trabalho operacional e poder focar na estratégia do negócio é uma grande oportunidade para maximizar a produtividade. Com processos automatizados, é possível direcionar as energias dos seus recursos, tanto de equipamentos como de capital humano, para ações mais estratégicas. Ferramentas de AI (Artificial Intelligence, ou Inteligência Artificial) são exemplos para melhorar os processos.

Uso de bots

Os robôs não são mais uma idealização futurística. Eles já fazem parte do nosso dia a dia e auxiliam muito as empresas no aperfeiçoamento das suas rotinas diárias. Sua aplicação tem atuação em vários departamentos do negócio, sendo uma ferramenta muito importante para possibilitar ao cliente uma experiência diferenciada.

Para investir nessas ferramentas, é necessário fazer um diagnóstico do seu negócio, compreender as demandas dos clientes e as tendências do mercado. Assim, os gestores podem tomar as melhores decisões para o sucesso da empresa. Com a aplicação das nossas sugestões, você vai transformar o seu modelo de negócio SaaS!

Se este artigo foi útil e você quer saber mais sobre o assunto, baixe agora o nosso e-book sobre o papel do gestor de TI para melhorar os resultados no atendimento e na comunicação!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.