Saiba como melhorar a sua gestão de equipe em TI
Gestão de Empresas Tecnologia da Informação

Saiba como melhorar a sua gestão de equipe em TI

Escrito por Leucotron

Em um mundo dominado por softwares, aplicativos e automação dos mais diversos processos, os profissionais de Tecnologia da Informação têm ganhado cada vez mais destaque nas empresas. E, por isso mesmo, cresceu a preocupação e o foco dos gerentes dessas áreas no tema gestão de equipe em TI.

Em geral, os gerentes dessa área possuem uma formação mais técnica, voltada para o desenvolvimento da organização na área de Tecnologia da Informação. Mas a nova realidade profissional lançou o desafio da gestão de pessoas e todos precisam estar aptos a se atualizarem nesse tema.

Se você está no grupo de gestores de TI, saiba que existem muitas maneiras de melhorar o seu gerenciamento de times, favorecendo a produtividade e aprimorando o clima de trabalho. E isso pode acontecer por meio de ações simples, que não demandam grandes investimentos financeiros.

Gerir a sua equipe de forma adequada e produtiva está nas suas mãos e você pode começar agora. Veja, abaixo, algumas dicas de como aumentar a produtividade nos projetos da sua equipe.

Comunique-se claramente

Não é à toa que a comunicação aparece em primeiro lugar da lista. Um líder que não se comunica bem, tem muitas dificuldades em extrair o melhor desempenho do seu time.

A comunicação pode se dar de várias formas: por telefone, por e-mail, por aplicativos ou até pessoalmente. O importante é que você esteja sempre atento a tudo o que se passa na organização e não deixe de alinhar a sua equipe aos objetivos estratégicos.

Se a sua equipe é muito grande, firme uma parceria com o setor de comunicação interna da empresa e peça ajuda para desenvolver ferramentas de comunicação exclusivas para a TI.

Trace metas de produtividade

Os profissionais atuais são movidos por desafios o tempo todo. Isso é, muitas vezes, mais importante do que a própria remuneração.

Como líder, você deve traçar metas de produtividade para os seus funcionários, desenhando objetivos individuais para cada colaborador.

Tome cuidado na elaboração das metas. Elas precisam ser factíveis e desafiadoras. Metas impossíveis de serem alcançadas geram desmotivação, assim como aqueles objetivos que podem ser atingidos com pouco esforço.

Cobre os resultados periodicamente e atue junto ao funcionário quando perceber que ele apresenta dificuldades em algumas entregas.

Faça reuniões periódicas com o time

Em muitas empresas, as equipes de TI costumam ficar mais distantes do restante das organizações. Existem casos em que esses times são alocados em prédios separados, devido à necessidade de lidar com equipamentos e servidores específicos.

Por isso, é muito fácil ver times de TI que não estão alinhados aos objetivos estratégicos. O seu papel, então, como gestor, é fundamental para que isso não aconteça.

Estabeleça um cronograma de reuniões que seja, no mínimo, semanal. Esses encontros são importantes para que você repasse as atividades mais importantes da semana e avalie o que foi realizado no período anterior.

Reavalie processos

Existem muitos processos manuais em um setor de TI que podem ser automatizados para otimizar o trabalho da equipe.

Quando você automatiza um processo rotineiro, libera o funcionário responsável para que ele atue em projetos e atividades mais ligadas aos objetivos estratégicos da empresa. Dessa forma, você motiva o profissional e potencializa os recursos da organização.

Cuide do ambiente de trabalho

Formado basicamente por muitos computadores, servidores enormes e cabos passando por todos os lados, o ambiente de trabalho de uma equipe de TI costuma ser mais sisudo do que os demais setores da empresa.

Isso faz muita diferença na produtividade da equipe. Para melhorar o ambiente, você pode investir em um mobiliário mais leve, computadores menores e uma iluminação mais eficiente. Assim você cria um ambiente de trabalho mais propício ao desenvolvimento dos projetos e mais confortável para os funcionários.

Ofereça feedbacks constantes

Um hábito muito ruim, cultivado por diversos líderes, é o de dar feedbacks para a equipe somente quando há algum problema, ou quando o desempenho está abaixo do esperado. Isso é um erro grave, que desmotiva o time e tira a sua credibilidade como gestor.

Os feedbacks devem ser oferecidos constantemente, independente do resultado do trabalho. O ideal é que você faça, a cada semestre, uma rodada de avaliações de desempenho junto a cada funcionário.

Faça um relatório a respeito de cada membro da sua equipe individualmente, ressaltando seus pontos positivos e aqueles que você considera que podem haver avanços. Não se esqueça de sugerir atividades e cursos para que o funcionário possa aprimorar os aspectos com baixa produtividade.

Controle as horas extras dos funcionários

Equipes de TI costumam ser muito exigidas, principalmente quando estão envolvidas em projetos estratégicos. Muitas vezes, as solicitações para o time chegam de última hora e isso gera muito trabalho e horas extras.

É importante que você tenha a sensibilidade de acompanhar como o trabalho vem sendo realizado, pois ele precisa ser entregue. Mas não deixe que os funcionários trabalhem mais do que o limite legal.

A lei trabalhista permite o máximo de duas horas extras que devem ser compensadas posteriormente. Esteja atento também aos sinais de cansaço apresentados pelos integrantes da equipe e faça uma escala de compensação de horas que seja justa para o time e não prejudique a empresa.

Mantenha a equipe sempre bem treinada

A área de Tecnologia da Informação é uma das que mais apresenta novidades todos os dias. Nem sempre os funcionários conseguem aplicar as melhores práticas no dia a dia por estarem envolvidos na rotina da empresa.

Seu papel é fundamental nesse sentido, não só incentivando a equipe a buscar conhecimento, como proporcionando palestras, cursos e treinamentos com os profissionais mais renomados do setor.

Forme um time multidisciplinar

Cada vez mais as empresas estão investindo na formação de equipes multidisciplinares, principalmente para o desenvolvimento de projetos.

A ideia de formar equipes com perfis diferentes é a de fazer com que a empresa se beneficie das diferentes experiências e bagagens profissionais de cada um. Além disso, para o gestor, o gerenciamento é mais rico, já que há mais possibilidades de caminhos a serem seguidos durante o desenvolvimento de projetos.

Busque montar uma equipe de excelência

Além de diversificar, você precisa definir critérios que potencializem suas chances de montar uma boa equipe na hora de contratar, principalmente quando precisar criar um time de tecnologia do zero.

Dessa forma, você não terá tantas necessidades de treinamentos iniciais básicos, embora sejam necessários os de aperfeiçoamento contínuo. Também poderá contar com colaboradores qualificados que, desde mais cedo, atuem gerando resultados positivos. Para ajudar nesse processo, separamos a seguir alguns pontos que devem ser levados em consideração durante o recrutamento:

Avalie a experiência

A primeira característica a se observar nos candidatos que estiverem pleiteando uma vaga na sua equipe é se eles têm a experiência necessária para as funções as serem desempenhadas. Dependendo do cargo, a falta de vivências na área pode ser compensada por uma boa bagagem de conhecimentos acadêmicos e técnicos.

No entanto, em algumas funções a experiência é um fator determinante, especialmente nas que envolvem liderança e tomada de decisão. Por isso, é necessário avaliar bem esse fator com base no tipo de trabalho que cada colaborador desempenhará. O indicado é preencher as vagas equilibradamente, mesclando os que têm bom conhecimento com os que possuem mais bagagem profissional.

Verifique a capacidade de inovação

Hoje em dia, a capacidade de inovação é quase uma exigência para a sobrevivência dos negócios, principalmente no ambiente tecnológico. Por isso, é fundamental contratar profissionais que sejam criativos e consigam combinar recursos de TI visando a criação de novas soluções para o ambiente corporativo.

Para tanto, você pode aplicar testes nos processos seletivos que tenham o propósito de medir a habilidade dos candidatos quanto a esse quesito, incentivando-os a raciocinarem e resolverem desafios de um modo diferente.

Leve em consideração as certificações

Além da experiência, é importante analisar as certificações e a formação dos candidatos que poderão integrar a sua equipe. Elas não só ajudam a tornar aqueles que têm pouca experiência em profissionais mais aptos a desempenharem atividades importantes, como indicam o grau de atualização quanto aos avanços do mercado.

Vale destacar que muitas certificações e cursos pode significar que um determinado participante está em constante aperfeiçoamento, mantendo-se informado quanto às principais tendências, inovações e mudanças tecnológicas.

Analise a visão sistêmica dos candidatos

Um ponto vital para a empresa é a habilidade de os colaboradores enxergarem-na como um sistema interligado e interdependente. Isto é, a forma com que percebem como os processos internos estão estruturados e relacionados dentro de um todo organizacional.

Tal característica é importante porque permite fortalecer a unidade corporativa, principalmente ao se adotar novos softwares, hardwares ou plataformas. Em suma, enxergar não só as engrenagens, mas toda a empresa em operação é uma habilidade que facilita o estabelecimento de estratégias que beneficiam a todos setores. Também permite analisar quais gargalos ou processos em áreas específicas são capazes de prejudicar ou melhorar rotinas e atividades em outros departamentos.

Não se descuide da comunicação

Um dos principais aspectos a serem analisados durante a seleção de profissionais às vagas em sua equipe de TI é a capacidade de comunicação dos candidatos. O motivo para essa avaliação é simples: um time que tem uma boa comunicação interna consegue transmitir conhecimentos, orientações e responder a seus colegas de outros setores com maior confiança e credibilidade.

Além disso, veja as habilidades dos candidatos em “traduzir” conceitos mais complexos da área de TI para aqueles funcionários que não tem tanto entendimento sobre os termos do campo tecnológico. Esse fator é fundamental no dia a dia das atividades do departamento de TI, já que ele tem de lidar, normalmente, com os integrantes de todos os setores do negócio.

Preze pelo controle emocional

Experiência e capacidade técnica perdem relevância caso a pessoa não tenha um bom domínio emocional, afinal, ninguém gosta de trabalhar com alguém inconveniente, que se irrita rápido ou que não preza pela harmonia dentro do grupo. Portanto, inclua esse requisito como um dos principais na hora de decidir pelo perfil ideal para uma ou mais vagas no seu time.

Analise a visão estratégica

A visão estratégica não deve ser um atributo apenas dos gestores e empreendedores, pois os demais colaboradores também precisam ter algumas habilidades nessa área. Isso é importante para que eles possam participar mais ativamente dos processos decisórios e da definição de estratégias organizacionais a curto, médio e longo prazo. Consequentemente, você terá uma TI mais estratégica e alinhada aos objetivos da empresa.

Além disso, pessoas com essa característica podem contribuir com ideias que venham a gerar grandes vantagens para o empreendimento, como redução de custos, ganho de eficiência e melhora no suporte ao atendimento ao público. Quanto mais pessoas na sua equipe tiverem visão estratégica, maiores as possibilidades de se encontrar oportunidades.

Participe pessoalmente dos processos seletivos

Para que não haja problemas na escolha dos melhores colaboradores para o seu time, é vital que você tenha bem definidas as características que espera para cada função e, sobretudo, participe do processo seletivo.

Por mais que explique qual o tipo de colaborador que deseja contratar para o RH, existem alguns detalhes no posicionamento dos participantes do recrutamento que têm chances de chamar mais a sua atenção. Aliás, muitos detalhes poderão até servir de diferenciais, especialmente o domínio de atributos técnicos que pessoas de outros setores não conhecem a importância.

Também é essencial participar porque você estará escolhendo alguém que trabalhará com a sua equipe por dias, meses e até anos, interagindo contigo e com os demais. Se a escolha for equivocada, isso terá grandes chances de ocasionar problemas para você e os demais liderados.

Por outro lado, ao participar do processo você terá maior possibilidade de escolher alguém com quem tenha maior afinidade e que transmita maior confiança.

Como visto acima, para que você faça uma boa gestão de equipe em TI, é essencial prezar pelo aperfeiçoamento pessoal e profissional para que você evolua enquanto líder. Contudo, melhorar as suas competências e habilidades no gerenciamento do seu time de colaboradores por si só não basta, pois é preciso escolher bem aqueles que atuarão ao seu lado.

Unindo esses dois fatores você terá maiores chances de otimizar a produtividade da sua equipe, potencializar a inovação e ainda proporcionar um ambiente mais agradável para o trabalho no dia a dia.

Gostou das nossas dicas para otimizar sua gestão de equipe em TI e para montar um bom time de colaboradores? Se você quiser ter acesso a mais conteúdo como este, assine a newsletter e receba nossas postagens na sua caixa de e-mails!

Sobre o autor

Leucotron

Somos uma empresa de tecnologia em telecomunicações que atua no mercado brasileiro há mais de 30 anos, sendo reconhecida como uma das mais importantes na área de telefonia IP e convencional.

Atualmente, somos líder no segmento de hotelaria. São mais de 300 concessionárias parceiras, que oferecem centrais de PABX, softwares de telefonia e as mais inovadoras soluções em comunicação com foco no aumento da produtividade de pequenas, médias e grandes empresas de todas as regiões do Brasil.

Deixar comentário.

Share This