É possível ter mais qualidade na gestão de condomínios-clube?
Gestão de Empresas

É possível ter mais qualidade na gestão de condomínios-clube?

Escrito por Leucotron

Tendência de moradia, os condomínios-clube são espaços que oferecem uma ampla gama de serviços, como lojas e lanchonetes, além de uma grande área de lazer para moradores. Entre as opções de diversão desses locais estão piscinas, churrasqueira, salão de festa, quadras de esporte e até cinema.

Dentre as vantagens de viver em condomínios que seguem esse conceito estão alternativas para se divertir muito perto de casa, contar com amplos espaços para eventos, ampla oferta de lazer para crianças e, claro, mais segurança.

Apesar dos inegáveis benefícios de um condomínio-clube, optar por viver nele também tem seus contras: menos privacidade devido ao intenso trânsito de pessoas, além dos riscos de ter uma administração ineficaz. Afinal, a quantidade de unidades do condomínio é alta, assim como o fluxo de dinheiro e de gastos.

Nesse sentido, ter mais qualidade na gestão de condomínios-clube é essencial para manter as contas do espaço organizadas e otimizar os serviços oferecidos para moradores e seus visitantes.

Quer saber mais sobre as vantagens e desvantagens de viver em um condomínio-clube e como é possível ter mais qualidade na gestão desses espaços? Continue com a gente neste post!

Vantagens dos condomínios-clube

Viver em um condomínio-clube reserva diversos benefícios:

  • espaço perfeito para crianças, que podem desfrutar de áreas de lazer, como piscina e parque, em ambiente com total segurança;
  • taxas condominiais menores devido a grande quantidade de apartamentos no condomínio-clube, o que faz com que os custos de manutenção sejam diluídos entre os moradores;
  • redução de gastos no transporte (por não precisar se deslocar para nenhum lugar) e em áreas como cuidados pessoais e lazer, já que não será preciso arcar com mensalidades de academia, clubes e afins;
  • ambiente mais seguro, pois os condomínios costumam contar com sistemas de segurança mais avançados;
  • valorização do imóvel, já que a ampla estrutura de lazer e benefícios são fatores importantes para muito compradores, principalmente aqueles que têm crianças.

Desvantagens dos condomínios-clube

Como você pode ver, há diversas vantagens em optar por um condomínio-clube para morar. No entanto, antes de tomar essa decisão, é preciso considerar também os contras de viver em um lugar que adota esse conceito. Entre eles estão:

  • a possibilidade de os apartamentos serem pequenos, já que o foco dos condomínios-clube costumam ser as áreas externas;
  • os problemas de privacidade, devido a grande quantidade de apartamentos e blocos;
  • o grande tráfego de veículos, o que pode levar a congestionamentos nas áreas comuns e dificultar a operação nas garagens do condomínio, retardando pontos como identificação dos veículos;
  • o grande fluxo de convidados nas áreas comuns, caso não haja limite de convites para visitantes;
  • a necessidade de manutenção e reparos, o que pode incomodar os moradores por conta dos barulhos e movimentações características de reformas;
  • o risco de ter uma administração ineficaz, que não consegue dar conta das demandas de um condomínio que conta com muitos espaços e serviços.

Desafios na gestão de condomínios-clube

Viver em condomínios-clube tem vantagens e desvantagens. Mas um ponto é certo: a gestão desses espaços enfrenta inúmeros desafios todos os dias. Entre eles estão a grande quantidade de moradores, o que gera multiplicidade de cobranças a serem feitas.

Outro desafio importante é não ter profissionais suficientes para gerir um espaço tão grande, o que pode levar o administrador do condomínio-clube a acumular muitas funções e não conseguir executar suas atividades com a qualidade necessária.

Para vencer esses desafios é importante investir na organização de processos. Usar a tecnologia a favor do condomínio é fundamental, inclusive com investimento em softwares especializados para automatizar alguns processos.

É essencial contar também com uma equipe de administração qualificada constituída por síndico, subsíndicos, administradora de condomínio, assistentes de administração e conselho fiscal. Assim, evita-se que um profissional fique sobrecarregado e não consiga dar conta de tudo.

Dicas de gestão para condomínios

Agora que você já conhece alguns dos principais desafios na gestão de condomínios-clube, veja algumas dicas incríveis para não cometer erros e conseguir dar conta de gerenciar a estrutura sem ter dor de cabeça!

Aposte na manutenção

Não tem nada pior para um morador de um condomínio-clube do que lidar constantemente com equipamentos quebrados ou problemas em espaços como a piscina e o salão de festas. Para evitar esse transtorno, é essencial apostar em uma manutenção preventiva. Dessa forma, é possível antecipar qualquer defeito que possa acontecer nas áreas comuns do condomínio.

Além disso, tenha funcionários de manutenção qualificados e crie um cronograma de vistoria para não deixar passar nada. Caso algum problema aconteça, é importante agir rápido para resolvê-lo, assim como comunicar o que está acontecendo para os moradores.

Faça um bom planejamento

O planejamento é um dos maiores aliados dos administradores de condomínios-clube. Por isso, defina objetivos para a gestão do condomínio e, em seguida, as metas que devem ser cumpridas para atingi-los.

Além de ter um planejamento estratégico em mãos, é importante acompanhar o desenvolvimento de cada meta para alterar as ações caso não esteja conseguindo atingi-la.

Não misture suas finanças pessoais com as do condomínio

Outro cuidado importante que gestores de condomínios-clube devem ter é, em hipótese alguma, misturar as finanças pessoais com as da empresa. Tenha contas separadas e nunca pague boletos do clube com o próprio dinheiro e vice-versa.

Manter o controle financeiro em dia, analisar constantemente o fluxo de caixa e contar com um gerenciamento de pagamentos rígido são alguns dos cuidados para não ter dor de cabeça com as finanças do condomínio-clube.

É importante garantir ainda que as contas estão em dia e que o índice de inadimplência está dentro do esperado. É essencial também buscar bons fornecedores, que ofereçam um custo-benefício interessante para a empresa.

Ter mais qualidade na gestão de condomínios-clube é possível. Para isso, basta contar com as ferramentas certas e ter uma equipe qualificada que trabalhe a favor da estrutura. Coloque já em prática as nossas dicas!

Conhece alguém que pode se interessar por este conteúdo? Então, não deixe de compartilhar este post em suas redes sociais e aumentar o alcance desse assunto tão importante!

Deixar comentário.

Share This