4 estatísticas de telecom para ficar de olho em 2019
Telefonia

4 estatísticas de telecom para ficar de olho em 2019

4 estatísticas de telecom para ficar de olho em 2019
Escrito por Leucotron

Em função da necessidade de se fazer reformas em um ambiente ainda politicamente desorganizado e conturbado, o cenário do Brasil em 2019 não será nada trivial. Isso significa que as organizações competitivas precisam investir em ferramentas de produtividade, visto que as estatísticas de telecom indicam que a busca por eficiência é algo inexorável.

Por sua vez, o salto das mudanças no setor de TI pode ser justificado pelos investimentos empresariais na chamada transformação digital, ou seja, na modificação de processos e atendimentos em plataformas analógicas para as interfaces digitais. Isso tem como objetivo principal oferecer uma experiência ainda melhor para o cliente.

Pensando em ajudar você a ficar por dentro das revoluções que acontecem no setor, indicamos neste post as quatro principais estatísticas de telecom que não podem ser negligenciadas em 2019. Confira!

1. Mais de 100 milhões de conexões 4G no Brasil

De acordo com dados da consultoria Teleco fornecidos para a 5G Americas, nos próximos anos, o setor de mobilidade do nosso país terá uma evolução em acessos 4G, e representará 47,9% das linhas móveis em 2019. Dessa forma, o mercado passará por mudanças e terá um número superior a 100 milhões de conexões com uso de 4G.

Nesse sentido, em 2019, os acessos por meio de terminais de dados incrementarão em 12,1% a participação em conexões. Da mesma maneira, a expansão de conexões com velocidades acima de 10 Mpbs exercerá cada vez mais pressão sobre as operadoras rurais de banda larga para que elas aumentem as velocidades oferecidas nos dias de hoje aos clientes. Em 2019, no total, 91% das linhas móveis disponíveis no mercado terão acessos de banda larga móvel.

Diferentemente do que já ocorre em edificações recém-construídas, que contam com fibra óptica em sua estrutura desde a sua construção, espera-se que o rápido crescimento do 4G também seja catalisador para um avanço mais acelerado no desenvolvimento de fibra óptica para transporte em áreas que atualmente não contam com esse tipo de tecnologia.

2. Aumento do uso de Big Data

O termo Big Data refere-se a algo que retrata o grande volume de dados, tanto estruturados quanto não estruturados, que sobrecarrega as empresas diariamente. Entretanto, não é a quantidade de dados disponíveis o que mais importa, mas sim o que as instituições fazem com eles.

Assim sendo, sua aplicabilidade está na análise desses dados para a obtenção de insights, que levam a uma melhor tomada de decisão e a escolhas mais acertadas de ações estratégicas pertinentes ao negócio.

Por isso, o uso do Big Data pelas organizações aumenta a cada dia mais. Por exemplo, no Brasil, a estimativa de 2018 foi que os serviços relacionados a essa solução tecnológica cresceram 18% em relação a 2017, com o alcance de um faturamento de aproximadamente US$ 3,2 bilhões.

3. Crescimento do uso de assistentes virtuais

As pessoas querem e gostam de ter opções na hora de solicitar atendimento. Em outras palavras, as empresas devem prestar esse serviço em diversos canais, com o objetivo de suprir as diferentes necessidades que uma exigente base de clientes tem.

Estamos falando de uma tendência relativamente recente que tem transformado a maneira como as mais diversas empresas oferecem atendimento ao cliente. No entanto, acredita-se equivocadamente que agora não há mais necessidade de dar tanta atenção ao canal de voz (call center), mas sim que deve-se concentrar todos os esforços em oferecer um melhor serviço por meio de canais digitais.

Embora se deva sim dar muita atenção para ferramentas alternativas e inovadoras de oferta de soluções ao cliente, diferentes estatísticas mostram que o atendimento por telefone ainda é de grande relevância, e ele não pode ser deixado de lado.

Por exemplo, a eConsultancy, apresentou dados interessantes acerca da preferência dos usuários em relação aos seus canais de atendimento favoritos. Ela mostra que os assistentes virtuais já têm a preferência de 57% dos consumidores; 60% gostam de e-mails e 51% já aderiram a outras formas de atendimento online. Contudo, a pesquisa revela que a maior parte (61%), ainda optam pelo atendimento por telefone.

Apesar de tudo isso, vale destacar que, segundo a Gartner, o uso de assistentes virtuais (VAs) no local de trabalho cresce constantemente. A previsão estima que em 2021, 25% dos trabalhadores digitais utilizarão um assistente virtual de funcionário (VEA) diariamente.

Além disso, os assistentes virtuais se tornam cada vez mais eficientes e inteligentes, o que permite uma experiência incrível ao usuário e, assim, uma prestação de serviços que supere as suas expectativas. Por fim, esses assistentes, em conjunto com a realidade virtual para as empresas, serão capazes de iniciar uma nova era ao atendimento dos clientes.

4. Avanço da inteligência artificial

Como vimos anteriormente no aumento do uso de Big Data, o grande volume de dados será empregado em conjunto com a inteligência artificial (AI, ou artificial intelligence). Essa é uma das estatísticas de telecom que você precisa saber, que se desenvolve mais a cada dia que passa.

De fato, a AI já se faz presente em nosso dia a dia, como nos gadgets para casas inteligentes com a Internet das Coisas (IoT) e nos assistentes pessoais dos celulares, mas a forte tendência é que o crescimento da inteligência artificial seja exponencial, visto que sua abrangência é muito grande.

Por ser uma solução bastante versátil, sua aplicação tem a chance de ser compatível com diversas outras importantes tendências de telecom, de Big Data a manutenções preditivas.

No cenário atual, algumas dessas soluções já existem com forte presença, enquanto outras ainda podem ser consideradas embriões, especialmente pelo massivo potencial de crescimento que elas têm no mercado. Aquela empresa que se posicionar na linha de frente certamente terá boas vantagens competitivas.

Por isso, não deixe de aproveitar a oportunidade de se antecipar às estatísticas de telecom e faça o que for possível para adotar as inovações, dos assistentes virtuais à inteligência artificial, e prepare-se para colher os bons frutos que elas são capazes de oferecer!

Se você gostou deste artigo sobre as principais estatísticas de telecom para 2019, leia agora mesmo as 6 tendências de call center que estão dominando o mercado!

Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE