É possível implementar inteligência em rede de comunicação?
Tecnologia da Informação

É possível implementar inteligência em rede de comunicação?

Escrito por Leucotron

A inteligência na rede de comunicação corporativa é atualmente incorporada em quase todas as empresas, independente de sua área de atuação. A popularização de termos como Big Data fez com que os gestores ficassem de olho nos recursos de inovação que podem ser utilizados para trazer vantagens para as organizações.

Usado para designar o volume em grande escala de dados que são coletados e armazenados diariamente, o Big Data serve justamente para organizar o sistema de informações.

A partir dele, os sistemas criam estruturas para um atendimento personalizado, com a inserção de produtos direcionados a um público alvo, geração de ofertas para determinado evento e outras medidas comunicativas da organização.

Em vez de campanhas milionárias e grandes peças de publicidade, as empresas estão optando por ações interativas, que contemplam um recorte mais objetivo de seus clientes e lança um efeito maior nas vendas.

Lidar com um grande volume de dados diariamente pode ser um pesadelo para quem não está acostumado. Estima-se que a falta de conhecimento das ferramentas faz com que cerca de dois terços dos gestores corporativos não saibam ao certo como adotá-las. 

Fique fora desta estatística e entenda como os sistemas de inteligência trazem maior produtividade para a comunicação organizacional. Confira agora quais são as suas principais vantagens!

Foco estratégico

Como mencionado na introdução, o serviço de inteligência descarta tudo aquilo que não é interessante para o negócio, direcionando as ações para um público mais específico, que passa a poder ser configurado com mais detalhes.

Para se ter uma ideia, o Big Data consegue ter um impacto maior com um anúncio virtual do que com um outdoor em uma avenida movimentada. Isso porque ele identifica onde estão os seus clientes e leva uma informação qualificada até eles. 

O mesmo acontece nos processos internos de comunicação da empresa. Ao receber uma sugestão ou uma reclamação, é possível identificar a localização geográfica ou a faixa etária dos consumidores, gerando material estatístico para correções e melhorias.

Otimização dos negócios

A produtividade é um dos primeiros resultados a serem experimentados pelas organizações que adotam a inteligência em rede de comunicação. Isso porque, com a precisão de informações, o número de erros é reduzido drasticamente, além também da diminuição de falhas nos processos.

Como exemplo, podemos citar a integração de colaboradores entre setores. Ao cadastrar um cliente pelo site, seu conjunto de referências pode ser acessado via call center, trazendo também os dados de contatos anteriores com a empresa.

Quando as ligações são transferidas de um ramal para outro, o atendente pode identificar o histórico da chamada pelo atendimento, identificando as informações sobre seu cadastro, compras e reclamações. Com as informações na mão, é mais fácil atender aos clientes de modo satisfatório.

Os meios digitais podem ser integrados aos analógicos, coletando dados de forma mais dinâmica. A fusão visa gerar relatórios mais aprofundados, trazendo dados mais concretos para o desenvolvimento de análises.

Precisão nas tomadas de decisão

Os fatores que influenciam uma decisão na empresa são muito plurais. Cruzar as métricas e resultados pode ser uma tarefa muito complexa se feita de modo manual ou utilizando somente conhecimentos aplicados. 

As ferramentas de inteligência conseguem realizar análises usando múltiplas fontes, permitindo simular vários cenários para a verificação dos gestores. Indo além das referências puras, os sistemas entregam quadros qualificados por meio de uma base sólida de coleta.

As análises e relatórios tornam-se, por isso, mais direcionados para os objetivos da empresa. Excluindo todas as informações que não são úteis ou interessantes para os estudos, os quadros são formados com mais clareza, facilitando a projeção e a visualização de resultados.

Vantagem competitiva 

A aplicação do Big Data é um modo de otimizar os processos da organização, sistematizando os projetos multidisciplinares. Por si só a coleta de dados já configura uma grande vantagem competitiva com relação aos concorrentes. Porém, adicionando ainda as características de otimização, produtividade e foco, toda a rede é impactada positivamente. 

Impulsionando o alcance às metas ideais da corporação, o Big Data pode revolucionar o modo de trabalho nas organizações trazendo mais tempo criativo, dedicação a medidas de inovação e aprofundamento da gestão de tecnologia da informação

Todos esses fatores agregam valores diferenciais dentro do mercado, a cada dia mais exigente com os prestadores de serviço e criadores de produtos. Como a transformação digital é uma ideia em evolução na maioria das empresas, aquela que mais rápido se adequa às medidas de inteligência mais chance tem de obter maiores vantagens. 

Relacionamento externo

O uso de ferramentas adequadas para transmitir e coletar dados influencia também na relação dos colaboradores entre os clientes, fornecedores e franquias. Utilizando dados não estruturados, as informações podem se dispersar e valiosos arquivos podem se perder. 

Com a gravação adequada e organizada das informações, experiências bem-sucedidas podem ser repetidas com clientes ou fornecedores daquele mesmo perfil. Sendo um grande passo na logística, o atendimento se torna mais confiável para os parceiros externos. 

Mesmo informações básicas devem ser transmitidas com cuidado, auxiliando o fluxo de trabalho para fora das empresas. O Big Data também permite destacar os dados mais importantes em um procedimento, trazendo detalhes e observações com maior ênfase para os colaboradores envolvidos.

Captação de clientes

Seja por meio do marketing, do atendimento ou da eficiência alcançada, com certeza a inteligência em redes de comunicação corporativas elevam o número de captação de novos clientes para a empresa. De modo orgânico a medida desenvolve positivamente os resultados em termos de vendas ou serviços. 

O sistema de inteligência pode também atuar com ações que pretendem a fidelização do público e a conquista de um novo público interessado, por meio de estratégias de lançamentos, descontos e benefícios para consumidores. 

Facilitando também o trabalho em conjunto dos setores de estoque, recursos humanos e atendimento, o Big Data fornece referências valiosas para trazer um serviço de excelência junto ao público. 

As organizações não podem deixar de lado a implementação da inteligência nas redes de comunicação das suas empresas. Trabalhando na mesma direção das gestões que utilizam a tecnologia e medidas de inovação para transformar os seus processos, os sistemas trazem um quadro de muitos benefícios aos envolvidos. 

Gostou do nosso artigo? Então não perca mais nenhum conteúdo e assine agora a nossa newsletter!

Share This