Gestão de clínicas de saúde: saiba como conquistar o paciente
Gestão de Empresas Saúde

Gestão de clínicas de saúde: saiba como conquistar o paciente

Escrito por Leucotron

Você tem um ou mais consultórios, atende bem os pacientes, mas sente que precisa aperfeiçoar os serviços e evitar desencontros de informações? Fazer a gestão de clínicas de saúde exige os mesmos cuidados que outras empresas: administração financeira, relacionamento com o cliente, organização das tarefas, entre outras situações.

Quer saber como gerir melhor o seu negócio e conquistar mais pacientes? Confira as dicas!

Por que investir em novas práticas para a gestão de clínicas de saúde?

Muitas vezes, médicos e outros profissionais da saúde se esquecem de que uma clínica é também uma empresa. Ela precisa ter entrada de recursos, saúde financeira e pacientes que usufruam dos serviços. Caso contrário, o estabelecimento fecha.

Também é fundamental compreender que mesmo um profissional renomado e especializado tem concorrentes à sua altura. Por esse motivo, o gestor deve ficar atento às mudanças do mercado e às tecnologias que surgem para dar mais agilidade aos processos.

Um atendimento, por exemplo, pode ser ainda melhor e humanizado se o profissional utilizar as ferramentas certas. Elas vão dar mais rapidez aos procedimentos burocráticos para que se possa ter mais tempo para dar atenção ao paciente.

Portanto, um gestor deve utilizar de todas as estratégias possíveis para atrair e fidelizar pacientes, oferecendo um serviço de qualidade e diferenciado para todos. Veja, a seguir, as dicas para destacar a sua clínica perante os concorrentes!

Quais estratégias podem ser adotadas?

Algumas medidas simples podem mudar muito a maneira como os pacientes enxergam a clínica e os profissionais que nela atuam. Conheça algumas soluções simples para fazer a gestão de clínicas de saúde:

Atenção ao ambiente

Esse é o primeiro cuidado que um profissional da saúde deve ter. A clínica precisa estar sempre limpa e organizada, pois a “primeira impressão é a que fica”. É recomendável que o espaço tenha uma decoração leve, tranquila e com opções para entreter o paciente enquanto aguarda a consulta.

Além de revistas e jornais, a clínica pode disponibilizar uma televisão e acesso à rede WiFi para os pacientes. Também é importante separar um cantinho especial para as crianças, com brinquedos, lápis de cor e papel.

Atendimento humanizado

Os colaboradores que atuam na recepção devem ficar atentos aos pacientes, oferecendo um atendimento cordial e solícito. Muitas vezes, é preciso observar se alguém precisa de uma orientação sobre o caminho correto para o exame, por exemplo, ou onde a pessoa pode encontrar água para beber. Pequenas atitudes fazem toda a diferença.

Uma comunicação humanizada já é o primeiro passo para que o paciente se lembre do local e dê indicações para outras pessoas. Mas o mais importante é compreender que a pessoa está ali por uma necessidade de verificar a saúde ou por alguma doença, o que exige muita atenção e respeito de quem presta atendimento.

Os colaboradores também devem dar uma atenção especial ao atendimento realizado por telefone. Falar com tranquilidade, responder às duvidas do paciente e confirmar a data da consulta são práticas simples, mas que trazem um grande diferencial para a clínica.

Para acompanhar como está esse relacionamento da sua equipe com os pacientes, você pode utilizar um sistema de avaliação de atendimento. Essa tecnologia permite avaliar a qualidade do serviço prestado e funciona para clínicas de todos os portes. Esse modelo de solução ainda permite a exportação de dados para planilhas, para que o gestor possa fazer uma análise minuciosa.

Também é importante investir em palestras e treinamentos da equipe para que todos estejam focados no mesmo objetivo.

Automação de processos

Ao investir em ferramentas de automação, você consegue aumentar a produtividade de toda a equipe — desde secretárias até médicos. Um sistema para confirmação de consultas, por exemplo, evita que o médico fique disponível no ambiente sem um paciente para atender, em função de um simples esquecimento ou desistência.

Assim, o sistema faz o monitoramento das consultas que precisam ser confirmadas, pois ele faz uma interação com o sistema de gestão da clínica. Com isso, a equipe liga apenas para os pacientes certos e a resposta é inserida automaticamente no software que gerencia a agenda de cada médico.

Outro exemplo de automação é a emissão de laudos online. O processo é muito mais rápido, pois o documento pode ser emitido e encaminhado por e-mail em poucos minutos.

Há ainda ferramentas para criação de prontuários eletrônicos. Como eles podem ajudar?

Imagine um paciente que muda de cidade com frequência e cada vez precisa procurar um novo médico. Todo o acompanhamento que foi realizado se perde no caminho. O prontuário eletrônico permite que outros profissionais da mesma especialidade tenham acesso ao documento, o que dá mais garantia para a continuidade de um tratamento.

Gestão financeira

Assim como uma empresa, uma clínica precisa ter entrada de recursos em caixa. E o dinheiro, nesse caso, origina-se de consultas e exames realizados pela equipe profissional.

Portanto, cabe ao gestor investir em ferramentas de gestão para controlar as entradas e saídas de recursos, identificar um capital de reserva e o lucro do espaço. Sem um controle dessa situação, você corre um sério risco de confundir despesas pessoais com as profissionais e levar a clínica à falência.

Divulgação dos serviços

Também faz parte de uma boa gestão de clínicas de saúde o cuidado com os pacientes das novas gerações. Os jovens não estão acostumados a procurar endereços em listas telefônicas, o que torna cada vez mais essencial a presença dos profissionais da saúde em mídias sociais e sites.

As páginas online podem ser utilizadas para o compartilhamento de dicas e informações relevantes sobre saúde e qualidade de vida. Elas ajudam a criar uma relação de confiança com futuros pacientes.

Os canais — como Facebook e WhatsApp — também podem ser utilizados para agendamento e confirmação de consultas. Afinal, é nesses meios que os jovens estão conectados o tempo todo.

Essas mídias também podem ser utilizadas para a divulgação de serviços específicos que a clínica realiza, a fim de salientar os diferenciais do espaço.

Percebeu como a tecnologia pode ajudar você com a gestão de clínicas de saúde? Assim, a sua equipe tem mais tempo para atender melhor os pacientes e oferecer um serviço diferenciado. 

Gostou deste artigo? Aproveite para conferir as dicas para um atendimento de qualidade ao paciente!

Deixar comentário.

Share This