tecnologia para trabalho remoto

Tecnologia para trabalho remoto: quais fatores considerar?

Com as constantes inovações e desenvolvimento tecnológico, o mercado produtivo tem passado por grandes mudanças tanto em relação ao modo de produção como também em termos de estratégias de crescimento e gestão empresarial. Com esse cenário, um dos aspectos que é bastante afetado diz respeito às relações de trabalho. Nesse sentido, uma tendência muito forte que é comum em outros países e está em crescimento no Brasil é o trabalho remoto. A modalidade tem feito muitos empresários enxergarem uma chance de aperfeiçoar seus serviços e se adequar às novas dinâmicas do mercado.

Além disso, é válido ressaltar que com a recente crise de saúde ligada aos problemas da COVID-19, a alternativa de trabalho remoto tem sido vista com bons olhos pelas empresas que terão que diminuir suas atividades em lojas físicas por conta das precauções estabelecidas pelo governo.

Desse modo, é fundamental que os negócios invistam em tecnologia para trabalho remoto para que a eficiência do serviço não seja comprometida e que possam preservar a performance dos seus processos. Para contribuir com esse tema, preparamos este artigo contendo os principais fatores que devem ser considerados quanto às ferramentas para o trabalho remoto. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

O que é e como funciona o trabalho remoto?

Antes de mais nada, é importante compreender no que consiste o trabalho remoto. Esse termo serve para representar as atividades desempenhadas a distância. Ou seja, essa modalidade permite que o indivíduo realize seu trabalho em qualquer lugar, inclusive em sua própria casa. Essa forma de produção pode ser uma estrutura regular em uma empresa ou servir com uma adaptação em um determinado período, motivado por fatores de crise econômica, por exemplo.

Para isso, as atividades normais de serviço são mantidas mesmo com os colaboradores longe da empresa. Em contraste ao modelo convencional, o trabalho remoto permite uma maior flexibilidade e autonomia na organização da carga horária, além de garantir a mesma gestão de metas, serviços e atividades. Desse modo, percebe-se que essa modalidade, embora mais prática, requer as mesmas habilidades, engajamento e dedicação de um trabalho presencial. É comum as pessoas atribuírem o trabalho remoto ao termo “home office” (também conhecido como “trabalho em casa”).

No entanto, realizar atividades remotas inclui qualquer localidade que não seja no ambiente físico da empresa. Mesmo que em muitos casos os colaboradores prefiram a sua residência para executar as suas tarefas, também é possível englobar os profissionais que realizam suas atividades em outros lugares. Ou seja, o trabalho remoto pode fazer parte do cotidiano da pessoa, dando a liberdade para ela executar suas funções em um co-working ou mesmo enquanto está na cafeteria ou na casa de um amigo, por exemplo.

Qual a relação da COVID-19 com o crescimento do trabalho remoto no Brasil?

O mundo vem enfrentando umas das maiores crises de saúde nos últimos tempos. A COVID-19 foi oficialmente declarada pandemia pela Organização Mundial da Saúde no dia 11 de março de 2020 e tem sido a causa de grandes instabilidades sociais, políticas e econômicas. A doença é oriunda do novo coronavírus, que se destaca por apresentar um alto potencial de transmissão. O que piora mais a situação é que os tratamentos efetivos para a enfermidade ainda não foram criados.

Devido a isso, governos e entidades têm assumido protocolos de ação para conter os avanços da COVID-19. Uma das medidas mais expressivas para o mercado é a limitação das atividades comerciais, de modo a diminuir a aglomeração de pessoas. Com isso, várias indústrias e instituições estão tendo que buscar novas formas de manter a produção sem haver o comprometimento da saúde de seus funcionários e demais membros da sociedade. É com base nesse cenário que o trabalho remoto tem se tornado uma boa opção.

Essa é uma medida necessária para a maioria das empresas atualmente, pois algumas medidas governamentais de segurança definiram que grande parte das empresas deverão estar fechadas e os colaboradores deverão trabalhar em casa. Por isso, para que o negócio não perca a produtividade e eficiência nos serviços, é fundamental que os gestores busquem novas estratégias de suporte e gestão, buscando ferramentas tecnológicas que permitam aos colaboradores obterem rendimento atuando a distância.

Quais os fatores que o setor de tecnologia deve se preocupar para implementar o trabalho remoto?

Ao implantar o trabalho remoto, há alguns fatores que devem ser levados em conta quanto ao setor tecnológico. O primeiro que podemos citar tem a ver com a segurança, pois é de grande importância que as atividades empresariais executadas pelos colaboradores sejam protegidas. Para isso, estratégias como o armazenamento de dados em nuvem possibilitam realizar as operações dispondo de maior segurança da informação. Ademais, é preciso se pensar na integração de dados para que a gestão de processos possa ser realizada com maior facilidade e eficiência.

Para esse objetivo, já é possível encontrar vários softwares que conseguem conectar todos os serviços e departamentos da empresa, fazendo com que a empresa trabalhe em sincronia e performance. Além disso, há outros fatores que devem ser pensados ao investir na tecnologia, como ferramentas para a adaptação de trabalho, comunicação de colaboradores com o empreendimento, aumento de desempenho etc.

Vale ressaltar que a Leucotron pode ajudar na implantação do trabalho remoto em sua empresa por meio do Leuco. Esse recurso é um aplicativo formado por um softphone que funciona com um PABX e permite ao usuário ter o ramal da empresa no seu celular. Dessa forma, os profissionais que operam a distância conseguem ter acesso a todos os serviços da empresa em sua área de atuação, o que possibilita garantir um serviço eficiente e produtivo.

Essas foram as principais informações sobre os fatores relevantes da tecnologia para trabalho remoto. Percebe-se que essa modalidade acompanha as novas tendências do mercado e é bastante válida para adaptar as empresas às instabilidades e desafios gerados pelo surgimento da COVID-19.

Gostou do artigo e deseja saber mais sobre as soluções ligadas ao trabalho remoto? Então, confira algumas ferramentas tecnológicas sobre informação e comunicação e fique por dentro de mais temas relevantes!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Share This