8 tendências de TI para ficar de olho nos próximos anos
Tecnologia da Informação

8 tendências de TI para ficar de olho nos próximos anos

Escrito por Leucotron

A cada dia surgem novas tendências de TI, que prometem mudar a nossa forma de nos relacionarmos com o mundo e facilitar o crescimento das empresas. Aquelas que não consideram os investimentos em tecnologia como um diferencial correm o risco de perder clientes e ficar para trás na corrida com a concorrência.

Se você não quer ser um desses exemplos, mas ainda não sabe quais são os melhores caminhos para o seu negócio, confira as 9 tendências de TI para ficar de olho nos próximos anos!

1. Cloud Computing

Mesmo não sendo uma novidade, o Cloud Computing — também conhecido como Computação em Nuvem — ainda será uma das principais tendências de TI nos próximos anos.

Isso porque as empresas, finalmente, estão chegando a um estágio de maturação na área, em que o Data Center para o armazenamento de dados será aposentado, para dar espaço ao armazenamento online — algo que representa uma redução de custos em 35%, de acordo com dados divulgados pela especialista em redes Ciena.

O mais importante para o futuro nesse segmento é que as empresas não apenas vão armazenar todos os arquivos e documentos em nuvem, mas serão capazes de cuidar melhor da segurança das informações, reduzir custos com novos players e softwares mais eficientes e guardar um maior volume de dados.

2. Internet das Coisas

Muito se ouve falar sobre geladeiras com acesso à internet, fogões que programam o tempo de cozimento dos alimentos e relógios que controlam os movimentos do usuário durante as atividades físicas.

Esses são alguns dos objetos que existem graças à Internet das Coisas (IoT). E a tendência para os próximos anos é que essa tecnologia se democratize, com fornecedores de hardware mais avançados e com custos ainda menores.

Nas empresas, a IoT mudará a forma de fazer negócios, de se relacionar com fornecedores e de se comunicar com clientes. Ela poderá ser utilizada na contagem de pessoas que entram em uma loja, na automatização do controle de estoque, no gerenciamento de redes e sistemas, no controle do consumo de energia, e assim por diante.

3. Inteligência Artificial

Há alguns anos o nosso único contato com Inteligência Artificial (AI) era por meio dos filmes de ficção científica, com robôs e máquinas futurísticas. Hoje, a aplicação da AI já é uma realidade, principalmente, na substituição dos algoritmos tradicionais por sistemas que atuam de forma autônoma.

Até mesmo dispositivos físicos, como robôs, assistentes de pessoas virtuais e veículos autônomos, já estão sendo testados e usados. O Google é uma das organizações pioneiras nesse aspecto, mas a previsão é que nos próximos anos a maioria das empresas tenha esse tipo de tecnologia implementada em sua infraestrutura.

4. Aplicativos Inteligentes

Os aplicativos também ficarão mais inteligentes, incorporando alguns dos principais elementos de Inteligência Artificial. Um dos seus diferenciais será a capacidade de realizar funções de um assistente pessoal, por exemplo, ao priorizar e-mails, encontrar e organizar arquivos mais facilmente, e realizar tarefas de suporte, atendimento e vendas ao cliente de maneira automática.

5. Realidade Aumentada

Uma das tendências de TI mais inovadoras do mercado é a realidade aumentada. Esqueça os objetos pulando das telas nos filmes em 3D ou a caça aos Pokémons, nos próximos anos o mundo virtual será misturado ao real em quase todas as atividades do dia a dia, de maneira ilimitada.

A previsão é de que as pessoas “entrem” nos jogos, que os médicos realizem cirurgias remotamente, que as pessoas consigam consertar e utilizar equipamentos mais facilmente, graças a manuais interativos, dentre outras possibilidades que ainda nem ouvimos falar, mas farão parte da nossa realidade.

6. Blockchain

Blockchain é toda a estrutura de dados que permite que as transações com a moeda virtual Bitcoin — criada em 2009 — sejam feitas de forma segura, sem os riscos de adulteração ou roubos.

O principal diferencial dessa tecnologia para os próximos anos é permitir que os pagamentos eletrônicos sejam feitos com a mesma eficácia dos pagamentos reais, mas de maneira rápida e fácil, principalmente, por meio dos dispositivos móveis.

7. Social Business

O foco das empresas no futuro será unicamente o consumidor. E o setor de TI aposta no Social Business como uma de suas tendências.

Essa estratégia requer a utilização cada vez maior de dispositivos móveis, Big Data — para monitoramento de redes sociais e análise de dados, automação de softwares de comunicação e telefonia, dentre outros elementos.

A ideia é que as empresas busquem ainda mais incrementos para melhorar a interação com o público, permitam maior armazenamento de informações sobre as preferências dos clientes e criem estratégias inovadoras para fidelizá-los — independente de qual seja a sua área de atuação.

8. Impressão 3D

Você já pensou na possibilidade de imprimir um carro ou uma casa em uma impressora? Ou melhor: um órgão do corpo humano? Por mais mirabolante que essas ideias pareçam elas já são reais, graças à impressão em 3D.

O que até pouco tempo parecia inviável para a tecnologia já está sendo feito em diversos países, como China, Espanha e no próprio Brasil. O mercado brasileiro já conta com mais de dez modelos de impressoras, com preços de R$3 mil até R$60 mil.

Para as empresas, principalmente as do ramo industrial, a previsão é que haja um crescimento de 64,1% na comercialização de impressoras 3D, de acordo com a consultoria Gartner. Mesmo com alto custo e alguns entraves, essa tecnologia promete mudar, no futuro, a nossa forma de consumir objetos e nos relacionarmos com o mundo.

E você, conhecia essas tendências de TI? Já as aplica na sua empresa? Se gostou do artigo, não deixe de compartilhar essas informações com os amigos nas redes sociais!

Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE