Você sabe como otimizar a coleta de dados no atendimento?
Tecnologia da Informação

Você sabe como otimizar a coleta de dados no atendimento?

Você sabe como otimizar a coleta de dados no atendimento?
Escrito por Leucotron

Atualmente, os processos de serviços e atendimento ao cliente têm se tornado mais dinâmicos e estratégicos. Isso porque cada vez mais surgem novas demandas no mercado em temas de inovação e aperfeiçoamento de atividades empresariais, pois com o aumento da competitividade e evolução tecnológica, os clientes estão ainda mais exigentes. Para que os empreendimentos possam definir planos e ações efetivas, é preciso investir na coleta de dados no atendimento.

Essa estratégia está relacionada ao recolhimento de informações positivas ou negativas do público consumidor sobre sua experiência com a empresa. Todos esses dados são analisados e servem para auxiliar os gestores a planejar as melhores ações para o desenvolvimento do negócio. Embora seja de grande importância, muitas pessoas não sabem como otimizar essa prática no seu empreendimento.

Para ajudar nessa questão, preparamos este artigo que explica os principais meios de facilitar a coleta de dados no atendimento. Acompanhe agora mesmo!

Automatização dos processos internos

A tecnologia é fundamental para a otimização das atividades internas da empresa. Com a automatização dos processos é possível alcançar bons resultados em agilidade e eficiência. Nesse sentido, com o uso de software de coleta, muitas tarefas da gestão de atendimento podem ser aperfeiçoadas, pois esse tipo de sistema pode apresentar diversas funcionalidades em aspectos financeiros e operacionais.

Dessa forma, na maioria dos programas os softwares têm a capacidade de elaborar relatórios baseados nos principais indicadores para o monitoramento das atividades da empresa. Todas as informações geradas são transformadas em recursos importantes para auxiliar os administradores a mapear a situação real do negócio e traçar estratégias mais precisas e objetivas. É válido ressaltar que cada segmento de serviço exige um tipo específico de software que trabalha segundo as necessidades da empresa.

Acompanhamento das equipes

Outro ponto importante para a otimização da coleta de dados é gerenciar bem as atividades do seu time de vendas. O acompanhamento em tempo real das equipes que estão em contato direto com os clientes é necessário, pois no trabalho de atendimento dos colaboradores é normal existirem pontos que precisam ser melhorados ou eliminados do processo de serviços, visando uma maior performance da empresa.

Com o monitoramento dos resultados do atendimento e das pesquisas, os gestores conseguem visualizar o andamento das coletas de dados e aperfeiçoar seus projetos. Para facilitar a tarefa da gestão de vendas existem ferramentas tecnológicas que fazem todo o trabalho de acompanhamento. Alguns software e aplicativos são programados para gerenciar por completo as etapas de vendas e organização das equipes. Com isso, é possível definir o grau de desempenho, identificar e resolver possíveis falhas nos setores.

Tratamento adequado dos dados

O conteúdo coletado deve ser trabalhado de forma adequada. Nesse sentido, a empresa deve investir na segurança de dados e na interpretação e credibilidade das informações recolhidas.

Desse modo, além de desenvolver as atividades de pesquisa, é importante assegurar aos clientes a responsabilidade dos dados coletados, pois muitos são sigilosos ou pessoais. Por esse motivo as pesquisas devem garantir a confidencialidade de todos os arquivos gerados, a fim de promover maior confiança para o cliente.

Determinação de objetivos claros

A inteligência de dados tem como objetivo captar todas as informações, extrair delas um significado e transformá-las em recursos relevantes para o gerenciamento da empresa. Dessa forma, para que a leitura e interpretação dos conteúdos adquiridos seja válida, é necessário estabelecer objetivos claros e específicos de modo a direcionar a coleta de dados a um propósito estratégico para o negócio. Essa prática está diretamente relacionada ao termo “consciência situacional” em que a instituição projeta um determinado objetivo.

A partir disso, é possível separar as informações necessárias para estudar um assunto específico e garantir verdadeiros insights para tomar decisões cada vez mais acertadas. O resultado disso é o estabelecimento de uma gestão eficiente que consegue aperfeiçoar constantemente seus serviços por meio da análise e coleta de dados, fazendo com que o empreendimento evolua e se destaque frente à concorrência.

Adequação de método de análise

Outro fator importante para otimizar a coleta de dados é ter organização em cada um dos processos de análise. Para isso é fundamental definir a metodologia que será seguida no gerenciamento dos dados, pois influencia diretamente na performance do uso de big data. A esse respeito, várias questões devem ser avaliadas, como o tempo de armazenamento dos conteúdos, prazos para backup e determinação do grau de importância das informações. Sobre o registro de informação, há situações em que o tempo de armazenamento dos dados é definido segundo os objetivos do grupo de gestores.

Em outros casos, pode existir uma legislação responsável por definir a duração dos registros. Essa situação é mais comum em órgãos públicos. Entretanto, todos esses fatores devem ser considerados. Além do mais, a empresa deve contar com profissionais qualificados que dominem os sistemas de inteligência artificial em processamento de dados, pois, com a demanda de informações cada vez maior dentro das empresas, as operações com os sistemas tecnológicos devem ser capazes de administrar todo o volume de dados gerados.

Criação de bons indicadores

É muito comum nos setores de gestão lidar com um grande volume de informações e assuntos relacionados aos trabalhos de venda e atendimento da instituição. A esse respeito, devido à diversidade de temas e abordagens possíveis nos meios de coleta de dados, os gestores devem definir as melhores métricas. Desse modo, ao utilizar bons indicadores, os colaboradores conseguem obter a maximização dos resultados com a qualidade dos conteúdos gerados.

Isso porque a ferramenta auxilia no mapeamento de questões relevantes dos processos de serviços do negócio, indicando pontos positivos e negativos. Por isso, os indicadores devem estar alinhados ao perfil da empresa e planos de coleta de dados. Dessa forma, a companhia consegue obter uma visão ampla do estado dos seus serviços e traçar metas de desenvolvimento.

Portanto, pondo em prática todas essas habilidades é possível otimizar a coleta de dados no atendimento de forma eficaz, possibilitando transformar essas informações em excelentes insights para a tomada de decisão e planejamento administrativo da organização.

Gostou deste artigo? Tem interesse em aprender mais sobre este e outros assuntos relacionados? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro das nossas atualizações!

Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE