empatia no trabalho

Empatia no trabalho é ainda mais necessária em tempos de pandemia!

O momento de crise que estamos vivendo em função da pandemia do novo coronavírus obrigou o mundo todo a modificar diversas questões, mas principalmente as relações profissionais e a comunicação imposta pelo trabalho remoto. Diante de tantos impactos, a empatia no trabalho se tornou um aspecto fundamental até mesmo para a sobrevivência dos negócios.

Por isso, neste post explicaremos a importância de exercitar a empatia no trabalho, mostrando os motivos para exercê-la mais e melhor. Também como praticá-la entre líderes e liderados, entre colaboradores, assim como entre a equipe e os clientes. Continue a leitura e confira!

Quais os motivos para usar mais da empatia no trabalho?

Empatia não é uma habilidade que envolve apenas compreender a perspectiva de outra pessoa, mas, de fato, se colocar no lugar dela e passar pelas mesmas emoções juntos. Muitas pessoas até se julgam empáticas, mas, na prática, não é bem assim.

Com a expansão do trabalho remoto, essa desconexão é agravada, afinal, a autonomia do home office elimina grande parte da interação presencial de um espaço profissional nos moldes tradicionais.

Quando o assunto é empatia no trabalho, estamos falando de um dos principais pilares da inteligência emocional aplicada na gestão de equipes. Em um ambiente corporativo em que essa habilidade realmente existe, há uma relação direta com o aumento de produtividade, de felicidade em relação à profissão e de retenção dos funcionários.

Por isso e pelos motivos que apresentaremos a seguir, a empatia é algo tão esperado e desejável nas empresas.

Melhora o ambiente de trabalho

Durante as atividades de qualquer profissão, nem sempre é possível obter êxito ou acertar em tudo, mas isso não pode ser motivo de desânimo nem de desistência. Caso contrário, a cada erro o ambiente ficaria mais pesado.

Por isso, em momentos de frustração, contar com a empatia no trabalho é fundamental, tanto por parte do gestor quanto dos colegas de equipe, para se recuperar, seguir adiante e, assim, melhorar o ambiente de trabalho.

Aprimora a gestão de equipes

É normal que o ambiente corporativo seja norteado por metas e, com isso, surge a pressão por resultados. Isso porque atingir os objetivos sugeridos pelas empresas é um grande desafio para todos — equipes e gestores, o que pode resultar em altos níveis de estresse.

No entanto, quando os funcionários têm alguém para desabafar e trocar ideias, ou se são tratados com empatia por seus líderes, isso ajuda bastante a preservar um clima mais calmo e, consequentemente, torna a gestão de equipes mais fácil.

Diminui atritos

A maioria dos atritos e impasses é causada por falta ou falha de comunicação, competitividade exacerbada e conflitos de ideias, fatores corriqueiros em trabalhos que demandam a ação de um time. Muitas vezes, problemas simples de resolver podem sair do controle e se estender por um tempo desnecessário, simplesmente pela falta da prática de empatia no trabalho.

Beneficia a estratégia

Observar como os clientes usam ou lidam com os produtos ou serviços da empresa, além de ouvir suas opiniões sobre eles e a respeito do que precisam, significa praticar a empatia. Isso é algo que pode facilitar a cultura da inovação, por meio do aprimoramento e desenvolvimento de novas ideias.

Quando um gestor e sua equipe dedicam tempo para se identificar com as percepções e preocupações de seus clientes, certamente eles obterão informações valiosas para incluir em sua estratégia e, assim, alavancar cada vez mais os resultados do negócio.

Como praticar a empatia com a equipe?

Em uma situação como essa causada pela pandemia, fica mais difícil ter empatia no trabalho quando não é possível saber o que está acontecendo diante de realidades tão diferentes. Cada um vive uma situação, mas existem dicas para praticar essa habilidade tão preciosa, principalmente em tempos de crise.

Pratique a escuta ativa

Praticar a escuta ativa envolve valorizar mais o hábito de ouvir e dar atenção ao interlocutor de uma conversa. Nesse sentido, o simples fato de escutar já é suficiente para derrubar muitas barreiras e cativar a simpatia da outra pessoa.

Se o diálogo for com alguém que não tem o hábito de falar, o ideal é fazer perguntas simples para que essa pessoa responda sem constrangimentos. No entanto, é importante fazer isso gradualmente, uma vez que ser invasivo pode provocar um efeito contrário e repelir em vez de aproximar.

Na escuta ativa, uma boa dica é pedir opinião, porque as pessoas costumam valorizar quem se interessa por suas ideias. Para tanto, questione com frases do tipo “qual é a sua opinião sobre essas mudanças na empresa?” ou, simplesmente, “o que você acha sobre isso?”. Boas perguntas abrem muitas portas para relacionamentos empáticos.

Seja mais flexível

Flexibilidade no trabalho é dar tempo e espaço ao outro, relaxando um pouco mais e concedendo a ele o direito de ser quem é, além de ser mais que um mero espectador de um discurso. Para ser mais flexível, é preciso fugir de decisões e falas arbitrárias, assim como do imperativo, ou seja, é necessário abandonar características que só nos distanciam de sermos humanizados.

Ouça mais e fale menos

A dica aqui é dispor de tempo para conversar com os clientes, além de saber ouvir o ponto de vista dos colaboradores e procurar compreender mais sua visão de negócios. Isso porque, geralmente, mesmo nos meios digitais, são os funcionários que estão na linha de frente de uma empresa e, por sua vez, os clientes são a sua principal fonte de receitas. Entender melhor a experiência de ambos com empatia, portanto, é fundamental.

Por fim, fica clara a importância de exercitar corretamente a empatia no trabalho, especialmente em momentos como esse. Agora que você já sabe como fazer isso, lembre-se também de seguir as regras de distanciamento social, caso a sua empresa não seja considerada uma prestadora de serviços essenciais. Já para aquelas que são, é crucial seguir todos os protocolos de higienização, a fim de preservar vidas e garantir a saúde de todos os colaboradores.

Se você gostou de entender um pouco mais sobre empatia no trabalho, veja também tudo o que você precisa saber sobre trabalho remoto!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Share This