Teoria dos grafos: como aplicar na minha empresa?
Gestão de Empresas Tecnologia da Informação

Como aplicar a teoria dos grafos na minha empresa? Entenda aqui

teoria dos grafos
Escrito por Leucotron

Cada vez mais, sistemas de computador e algoritmos resolvem problemas e realizam cálculos que, direta ou indiretamente, influenciam nosso cotidiano. É o caso do Facebook, que, com mais de 2,3 bilhões de usuários, é eficiente em indicar contatos dentro do nosso círculo social.

Para tornar isso possível, a rede utiliza a teoria dos grafos, que, embora facilmente aplicada com a tecnologia atual, surgiu da teorização de um matemático em meados do século XVIII.

Na ocasião, Leonard Euler utilizou o conceito para resolver uma questão logística em uma cidade alemã. Mais de dois séculos depois, suas conclusões ainda são aplicadas, mesmo que a maioria sequer note sua presença.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste texto, vamos explanar sobre a teoria criada por Euler e mostrar com ela pode ser aplicada no mundo corporativo contemporâneo. Apontaremos exemplos práticos e as vantagens de sua utilização. Confira!

O que é a teoria dos grafos?

A teoria dos grafos é uma área da matemática que estuda as relações entre todos os objetos de um conjunto específico. Um agrupamento de indivíduos com alguma relação entre si é chamado de grafo. Para elucidar isso, vamos voltar ao exemplo do Facebook. Imaginemos 4 pessoas: Ana, Alice, João e Marcelo.

Ana é amiga de Alice e João, que também são amigos entre si, formando a estrutura gráfica de um triângulo. Se estivéssemos falando de um sistema não complexo, poderíamos parar por aí, já que todos os elementos estão conectados. Acontece que, recentemente, Alice fez amizade com Marcelo, que não conhece os demais.

Com essa conexão, Marcelo está primariamente ligado à Alice, mas não tem contato direto com Ana ou João. Assim, um ponto externo é ligado ao triângulo original. Imagine, agora, que isso ocorre em uma escala maior. Observando de fora, é possível notar que, direta ou indiretamente, é viável conectar todos os pontos.

É mais ou menos assim que funciona o sistema de recomendação de amigos da rede de Mark Zuckerberg. Hoje automatizada e de compreensão intuitiva, essa ideia nem sempre foi de conhecimento geral.

Como surgiu?

No ano de 1735, a cidade de Königsberg, na Alemanha, passava por um impasse: não se sabia se era possível percorrer as 7 pontes do povoado e voltar ao ponto inicial, tudo isso sem repetir uma das travessias.

Entrou em ação o matemático Leonard Euler. Para solucionar o problema, ele transformou o caminho em linha e suas interseções em pontos.

Ao desenhar a representação gráfica de sua ideia, Euler criou o que é, possivelmente, o primeiro grafo da história. Ele percebeu, também, que só seria possível realizar o percurso sem repetições se houvesse exatamente 2 ou nenhum ponto de onde saísse um número ímpar de caminhos.

Guia completo para otimizar a comunicação em escritório de advocaciaPowered by Rock Convert

Embora a conclusão tenha sido da impossibilidade de realizar o trajeto, o raciocínio de Leonard Euler se mostra, até hoje, relevante em diversos cenários.

Como a teoria é aplicada no mundo corporativo?

Sabemos que o mapeamento de dados é uma das atividades mais importantes para a sobrevivência de uma empresa no mercado moderno. Ao identificar padrões e conexões, é possível prever o comportamento do consumidor e personalizar a estratégia da marca para abordá-lo. É o que acontece com frequência no marketing digital.

Quando alguém visita uma loja online, sua atividade é mapeada e utilizada para otimizar sua experiência. Por isso, quando mostramos interesse em um e-commerce que vende um produto X e não adquirimos nada, é provável que nos deparemos com anúncios dessa mesma loja em sites que são, de alguma forma, relacionados.

É que o sistema utiliza a teoria de grafos para estimar as relações dos elementos dentro do conjunto. Nesse caso, o conjunto é a internet, enquanto os elementos são os consumidores, produtos e serviços. Assim, mesmo que você não tenha visitado uma loja específica, a matemática identifica que você tem interesse em itens semelhantes.

Quais são as vantagens de sua aplicação?

A aplicação da teoria dos grafos pode trazer grandes benefícios para o marketing de um empreendimento. Pelas características da teoria, o que mais chama atenção é a otimização que pode ser realizada no trato de banco de dados. A prática de coletar dados já está mais do que estabelecida nas atividades de grandes, pequenas e médias empresas.

Para que sejam completamente frutíferas, porém, essas informações precisam ser tratadas de forma coletiva, e não isolada. Explicamos: a conexão entre consumidores, mesmo que não perceptível a olho nu, está sempre presente. Assim, quando analisamos o comportamento de um cliente, precisamos observar como isso se relaciona com o todo.

Então, é possível identificar padrões e segmentar os contatos de acordo com suas características. Ao mesmo tempo, isso facilita a busca por estratégias que sejam eficientes para lidar com as dores e necessidades de cada agrupamento de clientes. Para o marketing de uma empresa, isso tem efeito imediato, já que torna as campanhas mais efetivas e fortalece a comunicação.

O time de vendas também é beneficiado. A teoria de grafos permite um entendimento relacional de pontos que, sem ela, seriam desconexos. Portanto, os vendedores têm acesso a informações valiosas, com o potencial de elevar sua taxa de sucesso.

Por fim, a teoria possibilita o marketing de influência. Com ela, os indivíduos mais influentes dentro de uma rede se tornam identificáveis. Assim, você pode concentrar esforços em causar um impacto positivo nesse indivíduo específico, sabendo que isso vai gerar reflexos igualmente positivos nas pessoas com quem ele se relaciona.

A teoria dos grafos é mais um exemplo de como a tecnologia pode ser utilizada para colocar em prática conceitos conhecidos há muito tempo. Em uma empresa, ela pode ser aplicada para muitos fins, incluindo o gerenciamento e estudo de dados coletados. Porém, seus benefícios não param por aí. Em muitas situações, a teoria é aplicada para resolver questões logísticas e até para analisar suspeitas de fraude.

Gostou de conhecer a história da teoria dos grafos e saber como ela é aplicada para resolver situações modernas? Quer ficar por dentro do assunto e de temas relacionados? Não perca tempo e assine a nossa newsletter!

Powered by Rock Convert

Deixar comentário.

Share This
LIGAR ONLINE