Afinal, o que é Big Data e como pode ajudar uma empresa?
Gestão de Empresas

Afinal, o que é Big Data e como pode ajudar uma empresa?

Escrito por Leucotron

A tecnologia digital tem oferecido possibilidades para que novos recursos sejam criados e outros sejam aperfeiçoados. Assim, ferramentas que até alguns anos atrás pareciam viáveis somente em filmes de ficção científica, hoje, tem se apresentado como verdadeiras soluções para diferentes tipos de necessidades das empresas. Um bom exemplo disso é o Big Data. Mas você sabe o que é Big Data?

Bem, este é o objetivo deste texto. Mostrar a você do que se trata essa ferramenta e como ela tem se desenvolvido de tal maneira como em nenhum outro momento da história, a ponto de algumas empresas já fazerem usos muito interessantes deste recurso.

Ficou curioso? Então não deixe de ler o texto até o final.

Qual é a necessidade de controle de dados?

Imagine o volume máximo de informações que uma pessoa carregava consigo 30 ou 40 anos atrás. Agora, compare isso com o volume que uma pessoa pode carregar consigo hoje.

Se antes, para se deslocar entre um lugar e outro era possível, no máximo, transportar uma agenda ou um caderno, algumas anotações e cadastros em órgãos públicos, hoje, simplesmente não é possível determinar o que ao certo uma pessoa pode transportar dentro de um simples telefone celular.

Você já parou para pensar que vídeos, fotos, músicas, entre outros, são informações que só aumentam e que esses dados não tem como ser gerenciados de maneira adequada? Em tempos modernos isso representa um desafio em termos de controle da informação.

O que é Big Data?

Como encontrar formas para gerenciar e analisar o enorme volume de dados que cresce diariamente? Como compreender os dados e desenvolver ferramentas para lidar com eles, de modo que isso se converta em ganho de produtividade e inovação para as empresas?

O conceito de Big Data surge, então, como uma técnica ou um conjunto de recursos capazes de agregar dados estruturados e não estruturados para permitir uma melhor tomada de decisão.

Em resumo, Big Data é nada mais do que um processo que baseia-se em programação, algoritmos, mecanismos de buscas e ferramentas de bancos de dados para realizar a coleta e armazenamento de uma quantidade significativa de dados.

Esse processo tem foco nos chamados dados não estruturados, ou seja, aqueles em que sua estrutura de armazenamento não é conhecida, além de não terem relação entre si, como os provenientes de redes sociais, por exemplo (elementos como textos, imagens, vídeos, entre outros).

Quais os benefícios do Big Data?

Mas em termos práticos, você deve estar se perguntando: “De que forma isso pode ser útil para minha empresa?”.

A resposta é muito simples: com o Big Data você pode obter inúmeros benefícios, pois terá ferramentas para lidar melhor com uma grande quantidade de dados e deles extrair informações necessárias para otimizar sua tomada de decisão. Este é o ponto crucial do Big Data e, portanto, o elemento de mais relevância para as empresas.

Com esse aperfeiçoamento da tomada de decisão, a ferramenta permite evolução na melhoria do atendimento ao cliente, na organização interna da empresa e até mesmo na expansão do empreendimento.

Os 3 “V’s”

Didaticamente, dividimos os dados nos chamados 3V’s, referentes a volume, velocidade e variedade de informações.

A grande quantidade de dados disponíveis, não somente dentro da empresa, mas aqueles que ela consegue coletar fora do ambiente interno, diz respeito ao volume, já o tempo para a criação de novos dados pertinentes para a organização é a velocidade e, por fim, as diferentes opções deles, referem-se à variedade, pois dados podem ser de diferentes naturezas.

Uma vez mesclados esses três elementos, a empresa pode fazer uma análise adequada de tudo o que está disponível de maneira estruturada ou de maneira não estruturada. O resultado: parâmetros mais precisos sobre o cenário em que atua, dando a ela recursos para visualizar melhor as possibilidades que se apresentam.

Como o Big Data costuma ser aplicado?

De maneira geral, o uso do Big Data depende de cada cenário em que ele é aplicado. Sendo assim, é preciso, primeiramente, determinar um objetivo para, então, aplicar as técnicas.

Ao cruzar dados como idade, endereço, profissão e salário, você pode tirar conclusões sobre o comportamento do consumidor e, assim, oferecer produtos ou serviços mais alinhados com suas necessidades, algo que facilmente se converterá em diferencial diante da concorrência.

Da mesma forma, essa ferramenta permite a análise mais qualificada a respeito de ausências numa empresa, além de picos de produtividade, entre outros, o que faz com que você tenha condições de mensurar os resultados de sua equipe e, assim, saber de que maneira pode atuar para garantir melhores resultados em seu empreendimento. Esses são alguns exemplos simples de como o cruzamento de dados permite uma tomada de decisão mais qualificada.

E a Alemanha na Copa de 2014?

Um exemplo de aplicação é o da seleção da Alemanha campeã da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Na época, chamou a atenção o uso de técnicas de Big Data como um dos segredos para o sucesso na competição. Cruzando dados de treinamentos e jogos, a comissão técnica obteve elementos precisos para tomar decisões a respeito de formação tática e escolha de jogadores.

Até mesmo os atletas passaram a ter parâmetros para tomarem as melhores decisões dentro de campo, o que ajudou a levar o time ao título. Sendo assim, é preciso compreender as necessidades de cada cenário para fazer uso das tecnologias adequadas para, então, facilitar as tomadas de decisão.

E como funciona no setor de TI?

Para o profissional de TI, os impactos do Big Data são ainda mais significativos. Cabe a ele o perfeito entendimento das possibilidades da ferramenta em função da natureza do empreendimento. Assim, é possível encontrar soluções viáveis para diferentes tipos de necessidades.

Existem algumas opções de plataformas prontas para o trabalho com o Big Data. Entre elas podemos citar o Amazon Web Services, da Amazon, o Microsoft Azure, da Microsoft e o Big Query, da Google.

Além disso, você pode optar pelo Hadoop, uma ferramenta baseada no Linux, que roda no servidor Apache. É importante que o profissional de TI tenha total compreensão sobre os benefícios do Big Data. Pois isso garante maiores possibilidades de êxito para a empresa.

Então, entendeu o que é Big Data? Para ter acesso a mais conteúdos não deixe de assinar a nossa newsletter agora mesmo!

Sobre o autor

Leucotron

Deixar comentário.

Share This