investimento em empresa de tecnologia

7 motivos para investir em tecnologia em tempos de crise

Uma das maiores consequências que as organizações enfrentam atualmente é a instabilidade e as constantes flutuações na economia. Nesse cenário, é preciso buscar alternativas viáveis para se manter ativo e competitivo no mercado, como investir em tecnologia em tempos de crise.

Apostar na automatização e eficiência de processos não é um aumento de gastos. O investimento em empresa de tecnologia é uma escolha inteligente para melhorar o desempenho do seu negócio.

Isso vai tornar seus processos mais ágeis, reduzindo custos operacionais e desnecessários, elevando a qualidade dos serviços e a produtividade de suas equipes.

Pensando nisso, mostramos nesse post 7 motivos para investir em tecnologia em tempos de crise e se manter sempre forte e atuante no seu nicho de mercado. Boa leitura!

Por que investir em empresa de tecnologia?

A transformação digital propiciou forte mudanças nos relações sociais, principalmente nas demandas dos clientes. Por isso, um dos motivos principais para investir em tecnologia é a otimização da experiência do cliente.

Com ferramentas inovadoras, é possível fornecer soluções personalizadas para seus consumidores e fazer com que o contato dele com a sua marca seja inesquecível.

A automatização de processos por meio de bots e o uso de Business Intelligence (Inteligência do Negócios) são recursos tecnológicos que estão tornando a análise preditiva de desempenho das empresas cada vez mais certeira.

Com eles, é possível reduzir o trabalho operacional e direcionar a equipe para funções mais analíticas e voltadas para a estratégia do negócio.

O impacto digital no mercado e nas empresas é tão evidente que, segundo pesquisa divulgada pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), o setor tem um peso de 7% no PIB nacional. Além disso, o estudo aponta que, até 2021, o investimento em tecnologia deve movimentar mais de 250 milhões de dólares.

Diante desses dados, fica evidente como a transformação digital é uma realidade e tendência sendo fortalecida no mercado. Os clientes estão mais exigentes e cobrando soluções cada vez mais ágeis.

Ao focar em soluções baseadas em estudos analíticos, graças à automatização de processos, por exemplo, a propensão é que os processos das empresas se tornem cada vez mais certeiros. Isso deve acirrar, ainda mais, a concorrência entre elas.

Agora, vamos aos 7 motivos para investir em tecnologia em tempos de crise. Confira!

1. Realizar o controle e monitoramento das atividades

A modernização no ambiente corporativo é essencial para que o empreendedor possa monitorar e supervisionar de perto o que acontece em seu empreendimento.

Para executar essa tarefa sem maiores dores de cabeça, deve-se apostar em ferramentas que proporcionem maior agilidade na administração e na obtenção de relatórios com amplo diagnóstico sobre a organização.

Dessa forma, é possível identificar vulnerabilidades e gargalos, possibilitando a reversão do quadro e a correção de problemas, por meio de um plano estratégico e ações efetivas, para aprimorar a gestão e fortalecer a sua marca.

Para que isso funcione, é preciso abandonar hábitos conservadores e apostar em soluções inovadoras, com o objetivo de tornar a companhia mais estável, mesmo nos momentos de maior turbulência.

2. Aumentar a produtividade da equipe

Produzir mais sem perder a qualidade é um grande desafio no mundo corporativo. Por isso, investir em tecnologia em tempos de crise é a garantia de elevar o desempenho de suas equipes e garantir resultados significativos para o seu negócio. Os softwares de gestão integrada são ferramentas absolutamente úteis nesse sentido.

Afinal, trata-se de uma solução voltada para as empresas que integra os dados de diversos departamentos em um único banco de dados, permitindo o acesso dos colaboradores aos arquivos rapidamente, sem a necessidade de se deslocar a outro setor para obter informações e documentos para a execução de suas atividades.

Além disso, com o uso dessa ferramenta, as reuniões de equipe se tornam mais rápidas, produtivas e eficientes, já que as pessoas vão direto ao assunto e conseguem traçar prazos e metas realistas, contribuindo para melhorar os indicadores de desempenho, a comunicação interna e o acompanhamento dos trabalhos de cada integrante do time.

3. Promover a redução de custos nos processos

Quando se fala na diminuição dos gastos, muitos empresários já pensam em corte de pessoal. No entanto, nem sempre isso é necessário, pois as ferramentas modernas automatizam procedimentos rotineiros e otimizam o cotidiano, gerando uma grande economia para o negócio.

O próprio sistema de gestão integrada, citado no tópico anterior, é uma poderosa arma para alcançar esse objetivo.

Esse software integra as etapas de vendas, compras, faturamento, produção, logística e gerenciamento de estoque, acelerando a execução de cada uma delas, que trabalham em sinergia, reduzindo o desperdício de tempo, recursos e a incidência de erros, evitando retrabalhos (e custos) desnecessários.

4. Aprimorar a comunicação interna

Dar atenção a esse aspecto é fundamental para acelerar as atividades na empresa e fortalecer o trabalho em equipe. Isso pode ser realizado com o uso de plataformas para a comunicação com outros colaboradores, reduzindo a burocracia no cotidiano e nas interações laborais, facilitando a vida de gestores e funcionários.

Além disso, também pode-se investir em recursos de telefonia, como o PABX, que possibilita um rápido atendimento por meio de ramais, por um preço bastante inferior quando comparado aos valores tradicionais das chamadas telefônicas, tanto internas como entre filiais, além de facilitar bastante o contato com o público externo.

5. Fortalecer o relacionamento com o cliente

A atração e fidelização de novos consumidores é outro ponto de constante preocupação por parte de gestores e empresários. Neste caso, a utilização de ferramentas tecnológicas pode ser uma excelente aliada.

O marketing digital e o uso das redes sociais são imprescindíveis para se aproximar de seu público-alvo, conhecer de perto seus anseios e necessidades, se adaptar a essa demanda e não deixar o número de negócios cair.

Portanto, invista em um banco de dados robusto, capaz de reter todas as informações sobre seus clientes, automatizar processos de marketing e utilizá-los para realizar análises. Elas são determinantes no processo de tomada de decisão e permitem criar ações para aumentar as vendas e desenvolver um relacionamento positivo com seus consumidores.

6. Aperfeiçoar metodologias para investir em tecnologia em tempos de crise

Se você tem um perfil conservador, é hora de repensar suas prioridades. Em tempos de incertezas e instabilidades, é fundamental desenvolver o seu próprio diferencial competitivo e tornar seu empreendimento mais dinâmico e com maior capacidade de adaptação às mudanças.

Empresas engessadas não conseguem sobreviver às flutuações da economia, ainda que tenham uma marca forte e sólida.

Para reverter esse quadro, deve-se promover a inovação e o aperfeiçoamento constantes, mostrando à concorrência que sua companhia tem maturidade e competência, mesmo quando o cenário econômico está desfavorável.

7. Transformar a tecnologia em resultados

As soluções corporativas são um investimento, não um custo extra. Afinal, elas oferecem benefícios que vão muito além do aumento na produtividade, como a otimização de processos, o aumento da confiabilidade de seus produtos/serviços, impulsionando o empreendimento, o que se reflete em resultados positivos.

Quanto maior for a inteligência de mercado utilizada pelo empreendedor, mais fácil será adequar-se e se renovar, superando todas as dificuldades, conseguindo até mesmo crescer e expandir sua atuação no mercado. Investir nisso é garantir o desenvolvimento de indicadores cada vez mais favoráveis.

Quais empresas são referências em inovação?

Para que você perceba mais o impacto da implantação da transformação digital para o sucesso do seu negócio, é interessante conhecer empresas que são destaque em inovações tecnológicas. A princípio, podemos pensar em empresas estrangeiras ou, principalmente, naquelas atuam diretamente nesse ramo.

No entanto, o movimento que é percebido nas organizações é a criação de departamentos, dentro da estrutura de TI (Tecnologia da Informação), que fiquem focados no desenvolvimento de soluções para diversas áreas do negócio. É comum encontrarmos salas de projetos denominados squads e a prática de metologias ágeis como o Scrum para tratar, até mesmo, de rotinas produtivas diárias.

No Brasil, temos grandes referências em inovação, principalmente no que se refere à experiência do cliente. Cada vez mais, as organizações estão focando em soluções que trabalhem os pilares de custo, visão de cliente, qualidade, inovação e mobilidade. Afinal, todo negócio quer oferecer os melhores produtos e serviços ao mesmo tempo em que otimizam o seu desempenho financeiro.

É interessante ressaltar que a performance financeira não está diretamente ligada ao faturamento da empresa. Uma boa performance é aquela que, além de ter um faturamento satisfatório, faz o gerenciamento inteligente dos seus custos, bem como dos seus recursos — sobretudo o capital humano.

Muitas vezes, uma empresa possui um faturamento alto, porém, não há uma gestão eficiente nos custos, fazendo o balanço contábil fechar em vermelho.

Confira, abaixo, as marcas brasileiras que são referência em inovação!

Magazine Luiza

Quem não conhece a figura famosa da agente de bordo digital da Magazine Luiza? Mesmo que você não seja um cliente da marca, certamente já se deparou com alguma menção à Lu.

Esse robô é o destaque mais visível para o cliente no que se refere à transformação digital. Além disso, a empresa vem investindo mais na experiência do usuário no seu site e no aplicativo.

Para a Magazine Luiza, o investimento em empresa de tecnologia é tão importante para melhorar a percepção do cliente que a marca está sempre fazendo a compra de startups do segmento de transformação digital.

Ao todo, são três negócios do setor adquiridos, sendo que o último foi no final de 2018. A mineira SoftBox fica baseada em Uberlândia, em Minas Gerais, e em São Carlos, em São Paulo. Possui cerca de 200 desenvolvedores e uma carteira com cerca de 100 clientes.

Localiza

A multinacional brasileira do segmentos de aluguel de carros é líder de mercado. Um dos motivos é o foco que a empresa direciona na experiência do cliente.

Ela investe sistematicamente em tecnologias para otimizar todos os processos do negócio. A sua visão é o cliente como centro e como as interfaces indiretas interferem no atendimento e na percepção do consumidor em relação ao valor da marca.

Atualmente, a Localiza possui tecnologias aplicadas em dois cenários distintos: o Localiza Driver e o Localiza Fast.

O primeiro aplicativo é direcionado para motoristas que rodam pela Uber. Essa parceria foi firmada em 2018 e tem o intuito de estimular que mais motoristas optem por usar carros locados, novos e com total segurança. A plataforma integrada permite que o pagamento da locação seja feito conforme a frequência de pagamento da Uber, ou seja, semanalmente.

A segunda aplicação é o destinada aos clientes da empresa. Com ela, é possível retirar um veículo sem precisar passar pela fila de atendimento. Basta que o cliente faça o download do aplicativo, realize o seu cadastro e preencha os dados financeiros com um cartão de crédito válido.

Para usar essa facilidade, é importante se dirigir para uma agência que já possui essa tecnologia instalada em seus veículos, o que pode ser validado no próprio app.

Banco Inter

Uma das fintechs que mais está em alta no mercado, o Banco Inter é referência em transformação digital. Apesar de ser uma marca com 23 anos de atuação, ela se reinventou ao acompanhar as mudanças decorrentes de novas tecnologias e das necessidades apresentadas pelos clientes.

Há seis anos, a companhia começou a engatilhar o seu processo de inserção no mundo virtual ao criar a conta digital. Essa versão permite uma série de benefícios aos usuários, inclusive, de redução de taxas e custos na manutenção da conta.

Atualmente, o banco oferece essa opção de conta bancária para pessoas físicas e jurídicas. O mais interessante é que ela também é acessível para a modalidade PJ, conhecida como MEI (Microempreendedor Individual).

Com seus serviços, o usuário não precisa enfrentar filas e pode conversar com seu gerente por meio de canais oficiais e totalmente online. A importância do Inter para o segmento pode ser comprovada com a sua presença na Bolsa de Valores, como o único banco digital representando o setor.

Depois de acompanhar esse texto, não há como negar que as inovações vieram para auxiliar as empresas a enfrentarem desafios e problemas cotidianos, conferindo maior segurança, agilidade e eficácia aos processos.

Portanto, investir em empresas de tecnologia em tempos de crise é a melhor alternativa para obter melhores resultados e colher os frutos positivos.

A inovação tecnológica é uma consequência e, ao mesmo tempo, demanda das transformações sociais. Por isso, é importante ficar atento às novidades, não é mesmo? Então, não deixe de fazer a sua inscrição na nossa newsletter para receber conteúdos personalizados diretamente no seu e-mail!

Quer saber mais sobre o mundo da telefonia?

Receba os melhores conteúdos produzidos para você gratuitamente.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Share This